Plasma de Argônio seria a Salvação? Hummm… (4 anos após a cirurgia bariátrica ou gastroplastia)

efeito sanfona

efeito sanfona

Estava eu com meus 145 kg, de repente fui para 104 kg, minha melhor marca. Depois comecei a engordar e agora estou com 120Kg. É… uma merda, não acha?

Há muitos motivos para isso e o principal é que eu passei a ter uma vida muito sedentária. Muito mesmo.

E claro não consegui me adaptar a uma nova dieta com frutas a todo momento que a fominha aperta.

Pois é… agora estou procurando outras formas “fáceis” de emagrecer e eis que encontro o tal plasma de argônio.

Como há quatro anos atrás onde também não havia muita informação a respeito, tudo que eu achei até agora foi que é um procedimento sem comprovação científica suficiente.

Ele cria uma fibrose na saída do seu minúsculo estômago para diminuir a passagem que com o tempo se alarga e faz com que a cirurgia perca o efeito de saciedade que causava antes.

São necessárias até 3 aplicações (pode ser mais ou menos) e custa R$ 6.000,00 em 6x no cartão.

:-(

:-(

Tem uma coisa que eu queria falar, se você se sente péssimo por estar gordo, imagina o quanto você se sente depois de fazer a cirurgia e voltar a engordar. Multiplique essa sensação por 10X… é isso que eu sinto. Me sinto o cara mais incompetente e fracassado da face da terra.

Posted in Sem categoria by Fernando. 13 Comments

Plasma de Argônio seria a Salvação? Hummm… (4 anos após a cirurgia bariátrica ou gastroplastia)

soldando o barrigão.

soldando o barrigão.

Plasma de argônio parece a salvação de quem, como eu,  engordou após a bariátrica, mas há pouca informação a respeito e isso não é bom.

Tem vários grupos no facebook e estava lendo um caso que não deu certo.

Basicamente o Plasma de Argônio é um maçarico que queima as laterais da portinha por onde a comida sai do estômago.

Quando faz isso cria cicatrizes e isso faz com que ocorra uma estenose (posso estar falando besteira usando este termo), ou seja, o buraquinho encolhe.

A cada aplicação ele encolhe mais.

Pelo que entendi ocorre uma fibrose, ou seja, uma espécie de cicatrização (o corpo cria um tecido diferente do normal para curar a ferida).

O problema é que essa cicatrização pode ser excessiva dependendo da pessoa, ou no caso que eu vi no facebook, o médico pode exagerar na aplicação do plasma pra ganhar uns troquinhos a mais e ai fechar demais.

Se isso acontece ferrou! Tem que refazer a cirurgia bariátrica.

É importante dizer que tudo isso eu descobri fuçando na internet, ou seja, não conversei com nenhum médico ou profissional da solda (sim eles usam plasma de argônio para soldar e cortar aço também)

São geralmente 3 aplicações, mas não é obrigatório. No caso da moça do Facebook parece que o médico quis ganhar um dinheirinho a mais fazendo uma desnecessária 3ª aplicação que causou a tal estenose (o buraquinho fechou demais).

Infelizmente ainda é caro demais e há pouca informação a respeito dos riscos. Procurei mas não achei nada, se alguém tiver mais informação é só comentar aqui. :-)

 

Posted in Sem categoria by Fernando. No Comments

Plasma de Argônio seria a Salvação? (4 anos após a cirurgia bariátrica ou gastroplastia)

Plasma de Argônio

Plasma de Argônio

Oi pessoal. Vim aqui porque apareceu uma luz no fim do meu túnel de obesidade. O plasma de argônio.

O que é isso?

Basicamente é um maçarico que faz com que  o buraquinho pelo qual a comida sai em direção ao intestino se feche novamente.

Depois de 2 anos essa abertura costuma ficar mais larga e por isso aquela sensação de saciedade dura muito menos.

Liguei para uma clínica e 3 aplicações custam R$ 6.000,00 dividido em 6x no cartão…. Vixe!!!

Nem adianta ligar pro convênio, isso eles não cobrem mesmo.

Estou procurando uma clínica que faça o procedimento aqui no ABC paulista, mas não encontrei nenhuma ainda.

Abaixo eu deixo um vídeo bem esclarecedor a respeito… quer dizer… isso é tudo que eu sei até agora.

 

Read the rest of Plasma de Argônio seria a Salvação? (4 anos após a cirurgia bariátrica ou gastroplastia)

Posted in Sem categoria by Fernando. 2 Comments

4 anos após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Vilão eu… hummm

Nossa, faz um tempão que eu não escrevo aqui.

Não escrevo mais porque acredito que a missão do site já tenha atingido seu objetivo, mostrar como é o pós-cirúrgico da gastroplastia.

Não escrevo mais porque muitos dizem nos comentários que no final sou só um mal exemplo, um vilão. E pode ser que tenham razão, afinal não atingi minha meta e agora só engordo.

Talvez mostrar como é a vida após a cirurgia, principalmente no meu caso que considero um fracasso seja deprimente demais, porque a gente se sente um lixão ainda maior do que antes da cirurgia.

No momento são 120 Kg, sendo que cheguei à 104 kg. Faltou pouco para chegar abaixo de cem mas não deu.

Algumas pessoas ficam dizendo pra eu não desistir e tudo mais, mas eu não desisti não. Só segui a vida como era antes, e esse foi o pior erro.

Eu demorei pra decidir, pesquisei muito antes de apelar para cirurgia, sabia que tinha que mudar de atitude mas simplesmente não deu… não consegui. Não tenho saco pra academia, antes eu até encarava uma caminhada, mas agora que moro em cima do morro fica difícil de se aventurar. Preguiça? Humm não, mais que isso.

Ui ui ui

Trabalhando das 8h às 22h30 o pouco tempo que me resta é descansar. Não sou mais um garotão. Não tenho mais aquele pique todo.

A Bibi, já pediu pra eu reduzir a carga horária e farei isso semestre que vem, mas vou ficar com saudade do dinheirinho extra no final do mês.

Então fazendo uma retrospectiva para avaliar porque não deu certo, acredito que seja isso. Ao invés de praticar mais esporte eu comecei a trabalhar mais. Ao invés de comer coisas saudáveis eu continuei com minha alimentação alienada pela indústria alimentícia (bolos, bolachas, refrigerantes etc) Embora a quantidade tenha diminuído, e muito, ainda não consigo comer uma maça ao invés de uma bolacha, ou um pão com manteiga.

Você deve estar se perguntando se eu voltei a comer como antes. A resposta é não. Almoço e janta são pratos pequenos, porque não cabe mesmo. Mas até às 22h da noite tem que rolar um lanchinho porque a quantidade da janta não é suficiente pra durar até lá. Esse lanchinho geralmente é uma tranqueira ou outra. Eu procuro comer tranqueiras menos agressivas como um pão de queijo ao invés de uma coxinha. Mas a verdade é que não consigo ficar sem as guloseimas. Acho que é resquício da infância, quando minha mãe me privada de todo doce que ela conseguia.

Até o Mocotó emagreceu!

Na verdade depois da cirurgia minha relação com meu peso PIOROU de maneira devastadora pra minha auto-estima. Me sinto um fracassado, nem costurando o estômago eu para de comer. Eu sinto que meus amigos e parentes até se afastaram de mim por não me ver magérrimo como acontece com as outras pessoas.

Conheço um monte de gente que virou um palito sem o menor esforço e isso me deixa mais triste ainda. O que eu tenho de errado meu Deus!!! 

Desculpe a melancolia, mas ando me sentindo assim, afinal todo mundo emagrece, menos eu… até o Mocotó emagreceu e eu aqui!

Posted in Sem categoria by Fernando. 6 Comments

1050º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

o trabalho está me engordando. Por isso eu digo, quanto mais dinheiro mais barriga.

Quanto mais trabalho mais barriga.

Puxa, faz tempo que eu não escrevo. Então aqui vão as últimas notícias.

Estou engordando novamente a passos largos, hoje estou com 115,6 Kg, mas tem um motivo.

Vida extremamente sedentária!

Parei de caminhar porque me mudei para uma colina e todos os caminhos de volta para minha casa são uma subida. Isso me desestimulou um pouquinho.

Mas não é só isso, trabalhar também engorda. Como sabem sou publicitário e tenho uma agência de publicidade e design. O trabalho na minha empresa aumentou consideravelmente, eu sento na cadeira, trabalho, trabalho.

Fico sentado praticamente 8h por dia, só me levanto para dar aulas a noite. Que faço de pé e volto 23h para casa.

Ai fica meio difícil de levantar cedo pra caminhar, ainda mais quando se tem uma ladeira pra subir. Tá pode dizer que eu sou preguiçoso, aliás é assim que eu me sinto… Maldita culpa. Aliás acho que todo gordinho sofre disso. Culpa… ele tá sempre se sentindo culpado né… é assim com você também?

Não que eu esteja reclamando do trabalho, mas cansa e consecutivamente engorda também.

Quanto a comer, eu como normalmente. E de forma anormal eventualmente. Mas não é eventualmente de gordo, é eventualmente mesmo.

Já aprendi bem a controlar os dumppings e a cada dia eu sei mais quando parar antes de passar mal. E isso é a coisa boa da cirurgia, você aprende a se controlar pra não passar mal, porque a cabeça de gordo tá sempre te dizendo lá no pé do ouvido que ainda cabe mais uma colherinha!

Por falar em coisa desagradável, desisti de ir no Marçal, toda vez que eu ia eu comia mais pela depressão que eu ficava… o carinha baixo astral. Pode ser um excelente cirurgião, mas é péssimo com pessoas, principalmente pessoas que não conseguem fazer dieta. A ironia é que elas vão até ele exatamente por não conseguem fazer dieta e depois ele fica bravo que elas  não seguem a dieta… Rssss

Mas não desisti da vida, aliás por falar nisso eu estou com pedra na vesícula que o sr. Marçal queria tirar a qualquer custo. Como ele era péssimo como ser humano resolvi ir ao médico que me deu várias dicas antes de fazer a cirurgia, aliás um médico que é contra a cirurgia bariátrica. O Dr. Vitor Cirurgião Gastroenterologista do Hospital Brasil em Santo André – SP. Apesar de ser contra ele me indicou a cirurgia.

Para quem estiver a fim de fazer a cirurgia recomendo um papo com ele.

No meio do caminho tinha uma pedra Tinha uma pedra no meio do caminho Tinha uma pedra No meio do caminho tinha uma pedra.  Nunca me esquecerei desse acontecimento Na vida de minhas retinas tão fatigadas. Nunca me esquecerei que no meio do caminho Tinha uma pedra Tinha uma pedra no meio do caminho No meio do caminho tinha uma pedra.

No meio do caminho tinha uma pedra
Tinha uma pedra no meio do caminho
Tinha uma pedra
No meio do caminho tinha uma pedra.
Nunca me esquecerei desse acontecimento
Na vida de minhas retinas tão fatigadas.
Nunca me esquecerei que no meio do caminho
Tinha uma pedra
Tinha uma pedra no meio do caminho
No meio do caminho tinha uma pedra. Carlos Drummond de Andrade… Sim, esse blog também é cultura.

Segundo ele não é necessário tirar a pedra se ela não está causando mal. O perigo é ela sair da vesícula e causar pancreatite. Mas a pancreatite só é mortal em 10% dos casos e só se não for tratada. Acontece que ela não é nada silenciosa e aos primeiros sintomas iniciasse o tratamento e tudo bem. Na verdade ele me deu a opção de operar ou não. As chances de “dar merda” são as mesmas. Corro um certo risco com a pedra e corro um certo risco retirando a pedra na cirurgia. Logo decidi ficar com ela enquanto não estiver me causando mal.

Mudando de assunto

Meu irmão está me chamando para fazer Jiu Jitsu a um tempão (lembra que eu fazia judô e me laquei) e não consigo achar espaço na minha agenda. Fora o medo de me machucar por estar tão fora de forma. Mas como ele disse é melhor começar errado do que não começar, não é mesmo. 

to me sentindo meio gelatina

to me sentindo meio gelatina

Mas eu tenho minha pontinha de receio, outro dia eu fiquei com a barriga dolorida como se tivesse feito abdominais o dia todo só de ficar encolhido por 2 horas em uma sala gelada em uma reunião na escola. Tem noção, ficar dolorido de se encolher no frio… eu tô muito, mas muuuuuito fora de forma.

Outro dia também depois de montar um daqueles armários que se coloca na área de serviço, fiquei o dia seguinte todo dolorido. Me sinto uma gelatina ambulante.

Vou ver se consigo começar na próxima terça. Coragem!!!

Desculpem pela demora, mas é que o trabalho anda me ocupando demais, aliás, eu nem deveria estar escrevendo e sim fazendo uma agenda para 2014… Fui!!!

Posted in Sem categoria by Fernando. 24 Comments

929º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

...

Hoje fui ao médico ver o que fazer com minha pedra na Vesícula.

Claro que um cirurgião jamais diria “vamos tentar um método menos invasivo” e sem pestanejar já começou a fazer os preparativos para a operação sem se quer me perguntar se eu queria ou me dar qualquer outro tipo de informação.

Sinceramente perdi a confiança nesse médico (Dr. Marçal), embora ele tenha sido muito bem referenciado por várias pessoas e médicos antes de eu fazer a cirurgia descobri que ele é muitíssimo mal educado beirando ao desumano. Talvez seja um excelente cirurgião mas é péssimo em lidar com seres humanos. 

Teve até um momento em que ao tentar me explicar os procedimentos de um exame que ele pedira, ficou sem paciência e bufou!!! Veja você… ganhei uma bufada… sem contar com a super mega indelicadeza de fazer uma ligação no meio da minha consulta para tratar de assuntos pessoais a respeito de um respirador e mais algumas peças que ele levaria de um hospital para outro. Um verdadeiro … ah sei lá… isso mesmo que você está pensando.

Estou enfurecido com isso. Embora as dicas de saúde tenham até sido válidas como procurar urgentemente um nutricionista, passar pelo cardiologista (me deu bronca por não passar no cardiologista!!!! Mas como é que eu ia saber que ei tinha que ficar fazendo visitas cordiais ao meu cardiologista sem ter nenhum sintoma… quem vai ao médico de graça porra… por que raios ele não me mandou procurá-lo já que era tão importante.

Ah quer saber… ele é um lixo de pessoa. Talvez um habilidoso cirurgião, mas detestável no trato com pessoas. Não é um médico atencioso. Ele não entende que para nós essa cirurgia significa o nosso último recurso, modificar nosso corpo para tentar eliminar essa angústia em nossa alma. Para ele somos apenas mais um monte de banha que ele tem que retalhar pra ganhar seu dinheirinho no final do mês.

Ah tô puto mesmo, e não é de hoje que eu acho seu comportamento detestável.

Você pode até achar que é porque engordei e quero culpar o médico… não pelo contrário, tenho certeza que a culpa é minha, sou eu que sou o doente, sou eu que como demais. Talvez a parte dele ele já tenha feito como cirurgião, mas a parte de cuidar das pessoas ficou a desejar.

Se fosse fácil pra mim fazer dietas e exercícios com certeza eu jamais teria feito essa droga de cirurgia, agora é fácil pro cara ver que algumas pessoas não conseguem obter sucesso e ficam jogando na cara nosso maior defeito como se nunca tivéssemos agindo dessa forma antes da cirurgia. É humilhante. Esse cara não entende nada, nada, nada.

Sabe que eu fiz depois que saí de lá! Comi de ódio, de raiva, sei lá, pra tentar aplacar a dor. Comi de Raiva dele, raiva de mim por não conseguir me controlar, raiva por estar naquele momento comendo de raiva, raiva de ter feito a porra da cirurgia. Afff minha vida é uma merda porque eu não consegui me reeducar, simplesmente voltei a comer tudo aquilo que eu comia antes e o efeito sanfona está voltando outra vez. E isso tá me fazendo comer mais ainda!!!!

O desgraçado me condenou aos 145 kg de novo. Acho que ele quer se livrar de mim porque sou uma propaganda negativa. Afff sei lá, talvez esteja exagerando, ainda tô com raiva.

Agora estou condenado a uma vida de sofrimento. Ou eu sofro fazendo dieta para o resto da minha vida, o que se mostrou sem muita utilidade pela minha história de vida, ou eu sofro comendo tudo que gosto e voltando a ter aquelas doenças, só que agora sem estômago e sem vesícula. Só vejo trevas pela frente, será que é assim mesmo?!

Desculpe o pessimismo e a tristeza mas é tudo o que eu sinto agora. Toda vez que vou naquele médico volto destruído porque fico de frente com minha incapacidade de emagrecer.

Posted in Sem categoria by Fernando. 32 Comments

Obrigado pessoal!

Tô nadando no dinheiro!!! Rssss

Tô nadando no dinheiro!!! Rssss

Puxa, estou alegre, hoje recebi R$ 200 do Google pelos anúncios neste blog.

Tá, tá, tá… demorar 2 anos pra juntar R$ 200 não é nenhum segredo para o sucesso, mas mesmo assim fiquei contente.

A ideia sempre foi ajudar as pessoas a saberem no que estão se metendo e acho que venho ajudando.

E vocês que clicaram nos anúncios obrigado… não deixa de ser um reconhecimento!

Tudo bem que a pessoa que mais clicou deve ter sido eu mesmo, mas vai puxa… isso tem algum valor. Rsssssssssss

Posted in Sem categoria by Fernando. 12 Comments

917º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

chocolat_atack_bariatrica

Chocolate… chocolateeeeeeeee….

Estou seguindo com minhas caminhadas, agora 4 x por semana. Descanso na quarta e no final de semana.

Tem uma coisa, estou ficando muito cansado. Essas caminhadas estão sugando minhas energias. Na quarta-feira faço questão de dormir até mais tarde para compensar. Por isso é importante começar a caminhar aos poucos mesmo, se não a gente desiste. A Bibi sempre tem razão, né!

A Páscoa foi boa, mas comi muito chocolate, não vou negar. Na verdade eles acabaram hoje, foi um coelhinho aqui, um ovo médio ali, twix acolá e umas duas columbas pracá. Claro que não comi tudo sozinho mas tenho certeza que devo ter comido 70 a 80%… sei lá… Gordo é foda… o vício!

Agora vem a pior parte, a crise de abstinência.

Posted in Sem categoria by Fernando. 3 Comments

912º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Odeio muito tudo isso!

Odeio muito tudo isso!

Olá, faltam 2 dias para páscoa e é claro não consegui não comer chocolate algum. Mas não comprei ovo ainda. Vou comprar para a páscoa. Isso é uma coisa boa porque afinal 912 dias atrás eu estaria comendo um ovo por dia.

Mas apesar de estar conseguindo fazer as caminhadas eu tenho uma notícia ruim. Não sei se eu falei mas cerca de dois meses atrás eu fui para o hospital com uma dor misteriosa na região da costela do meu lado esquerdo. Parecia dor de rim, só que do lado contrário, na frente.

Fiquei internado alguns dias e ninguém descobriu o motivo da dor. Até tinha uma pedrinha no rim, mas era tão pequena que não fazia diferença segundo os médicos. Fui tomando vários medicamentos até que a dor sumiu, mas sem ninguém descobrir o motivo. 

Então os médicos do hospital pediram para que eu procurasse o meu cirurgião. Fui e ele me deu a bronquinha que vocês já leram nos posts ai em baixo. Ele me mandou fazer outra ultra som e eu fiz ontem.

Resultado: Pedra na Vesícula e segundo o médico que fez o exame só tem uma solução, tirar a Vesícula, ou seja, lá vou eu para outra cirurgia, dessa vez compulsória. O chato é que eu adoro minha vesícula, gosto dela porque ela me deixa comer aquela picanha com capinha de gordura sem passar mal. Não que eu coma isso todo dia, claro, mas as vezes é bom né.

Estava lendo no site do Drauzio Varela e parece que existem outras opções de tratamento, estou ansioso para falar com o meu cirurgião… o problema é que todo o cirurgião adora cortar e costurar pessoas né… vamos ver o que ele vai dizer.

Não gostaria de fazer outra cirurgia… não mesmo.

Posted in Sem categoria by Fernando. 1 Comment

909º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Vontade monstra de comer chocolate!

Vontade monstra de comer chocolate!

 

Por em quanto já perdi 2kg e o pessoal tem reparado. Estou contente, mas cansado. Gostaria de ter feito isso antes. Andar todo dia cansa pra caramba. Sei disso porque quando estou cansado minha paciência é mais curta. Por causa disso a Bibi mandou eu caminhar a semana toda, mas descansar nas quartas. Concordei.

Estou feliz caminhando e tá tudo bem, mas o controle da alimentação tá difícil… não sei porquê tenho vontade de comer chocolate o tempo todo, talvez porque estamos na época da páscoa, sei lá.

Conversando com a Bibi hoje chegamos a conclusão que essa vontade doida por chocolate acontece por conta do cansaço das caminhadas. Faz sentido, você não acha?

Posted in Sem categoria by Fernando. 3 Comments