146º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

restaurante do tipo "coma até explodir" não é mais o mesmo.
restaurante do tipo "coma até explodir" não é mais o mesmo.

Domingão saimos para almoçar no restaurante dos supermercados Makro. Já conheciamos fazia tempo e a comida lá é muito gostosa e tem preço razoável.

O restaurante é do tipo coma a vontade, que eu chamava de “coma até explodir”. Muita variedade de comidas deliciosas, mas confesso que não foi tão legal como era antes, porque eu sabia que não conseguiria comer todas as coisas gostosas, tive que ser bem seletivo.

Peguei algumas coisas que me pareciam gostosas, mas enquanto ia comendo eu tive uma idéia brilhante. Não comer tudo… só comer um pouquinho do que eu havia posto no prato… deixar o resto e depois pegar mais. E até que funcionou!!! Mas mesmo assim não consegui provar todas as delícias oferecidas pelo restaurante.

Mesmo assim sobrou um espacinho no meu estomaguinho para uns docinhos. Se antes eu, ao invés de pegar uma fatia pegava um tolete de pudim de leite, agora me contento com um pedacinho. Quer dizer… me contendo não né… porque a vontade de comer um tolete é grande, mas eu já sei que iria estragar minha tarde se fizesse isso… além da minha dieta, afinal tenho muito pra perder ainda!!!

Ai minhas lombrigas viu!!!
Ai minhas lombrigas viu!!!

Peguei um pedacinho de pudim e um pedacinho de bolo… Mas o bolo estava tão bom que acabei peguando mais uma colherzinha… Deu pra matar as lombrigas sem passar mal!!!!

A tarde passamos na casa da minha tia onde depois foram meus primos… Foi muito gostoso, jogamos bastante o Kinect e conversamos bastante.

No café da tarde que foi na verdade uma janta de tão tarde que foi acabei comendo bastante carboidratos… café… panetone… pão e cream chease! Embora depois de contabilizar percebi que havia comido 1 pãzinho e 2 fatias finas de panetone, não foi o suficiente para me sentir mal de maneira alguma. Não senti nada.

Na hora de ir embora, já dirigindo notei que estava muito sensível à luz. Ficava muito ofuscado com o farol dos outros carros. Manchava a visão mesmo. Também percebi que estava começando a tremer. Xiii acho que estava tendo uma crise de hipoglicemia. Estranho, porque isso acontece sempre depois que eu passo mal… Mas não tinha passado mal.

Ofuscamento não deixava eu dirigir!
Ofuscamento não deixava eu dirigir!

Pra não corrermos riscos parei e troquei a direção com a Bibi. Tinha uma bolacha Club Social no porta luvas e comi… a fome já estava ficando doida… Uma emergência muito grande pra comer algo. Lá na Nutricionista descobri (não que ela tenha me falado) que o ideal pra acabar com esses sintomas é um chocolate. O alívio é instantâneo… mas a bolacha também funcionou… só que demorou bem mais.

Já em casa resolvi comer um bife porque eu sei que só com proteína é que eu seguro a bronca! E assim acabou o dia.

0 resposta para “146º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia”

  1. Fernando!

    Banana empanada vc come né? Vc não tem nojo de frutas??? E qual a diferença entre uma banana e uma banana empanada????!!!!

    Vamos lá: nossa nutricionista é a mesma, então quando tive a primeira crise de hipoglicemia conversei com ela sobre o assunto já que não entendia muito bem sobre.

    A hipoglicemia é decorrente da cirurgia, e não tem nada a ver com vc comer e passar mal e logo depois ter a crise. Tem a ver com o que você comeu no decorrer do dia. Se vc comer muito carboidrato ou doces, vai virar açúcar, sua glicose vai subir muito e depois do nada ela despenca, daí vem a hipoglicemia, é a elevação brusca do nível de glicemia no sangue e logo depois a queda brusca da glicemia, isso causa essas reações ruins: visão ruim, tremor, suor (frio), fraqueza….

    Ela disse que o maior erro para quem tem hipoglicemia (apesar de ser a forma que ela passa mais rápida) é comer doce ou carboidrato, pq aí vc vai elevar novamente a glicemia para um nível muito alto e depois ela vai despencar novamente, causando assim crises de hipoglicemia mais frequentes.

    A melhor forma de amenizar as crises (de acordo com a própria Gabriela e testado por mim) é infelizmente comendo frutas. Quando eu comecei a ter e não sabia o que fazer, caía de boca no chocolate, mas as crises ficaram mais perto uma da outra e eu não sabia oq fazer para melhorar. Qdo ela solicitou para que eu trocasse o doce/carboidrato pela fruta, as crises de hipoglicemia começaram a se espaçar e agora quase não tenho, a não ser quando eu realmente abuso muito de carboidrato ou doces em algum dia.

    Mesmo vc não gostando de frutas, tente comê-las pelo menos quando vc tiver uma crise de hipo, assim vc vai ter um resultado melhor. E quem come banana empanada, faz um esforço para comer uma frutinha de vez em quando.

    Beijos

    1. Nossa Cintia adorei sua explicação… tem razão… eu gosto de banana empanada mas não sou muito adepto da banana natural… Só tem uma explicação… sem vergonhice pura… ok… eu confesso. Mas você me deu uma ótima explicação e mesmo que eu não coma as frutas eu posso tomar o suco delas… então quando estiver com crise vou correr e fazer um suco no processador ou tomar um desses naturais de caixinha.
      Nossa adorei sua explicação… Me abriu os olhos… Brigadão mesmo!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *