171º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Tô virando o rei das saladas!
Tô virando o rei das saladas!

Depois de uma reunião de negócios, nada melhor que um almoço de negócios!

Olha, cada dia eu percebo que comer em restaurantes por kilo exige concentração. Sim, porque é muita variedade e só tem porcaria. Tudo gostos, mas porcaria. Carboidratos complexos nem pensar!

Comecei a encher o prato com salada, algumas folhas de alface americana, rúcula, lentilha, cenourinha e molho (aqueles que todo mundo conhece. não sei se são muito calóricos). Peguei um bife de frango grelhadinho e um negócio chinês, acho que chama guiosa.

No fundo é pouco, todo mundo falou que eu estava decidido e emagrecer mesmo, devido às comparações com os pratos alheios. Até eu achei pouco, mas não foi. Senti, ao terminar o almoço, que caberia mais um pouco, mas estava satisfeito. Perceba a palavra que usei: CABERIA, caber não quer dizer que precisava, porque a fome já tinha passado.

Você vê como é a mente de um gordinho. O gordinho sempre trata seu prato de comida como a última refeição na face da terra e não pode. A palavra caberia é uma amostra como a gordice é sorrateira. Fica lá esperando você baixar a guarda pra te lembrar de comer mais e mais. Do caberia para se entupir é um pulo.

Passei a tarde super bem, sem fome. Três horas depois, claro, bate aquela fominha que passa com um copo de suco ou algumas amêndoas.

Pra resumir, comi pouco e comi bem. Tô virando o rei da salada! O chato é que não deu pra ir na academia hoje por causa da reunião, mas amanhã eu não escapo!

0 resposta para “171º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *