185º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Perdôe-me senhor. Comi um pastel.
Perdôe-me senhor. Comi pastel.

Hoje eu comi um pastel… Sedi a tentação e entrei numa dessas pastelarias cheias de chineses aqui da Marechal em São Bernardo. Já era por volta das 17h a fome apertando e o cheirinho foi irresistível.

Cheguei sentei no balcão e falei para uma bela mocinha chinesa: – Boa tarde!

A moça deu risada e com aquela cara de perdida disse: – Heim… Boatade…. hi hi hi…. Boatade num tem, né.

Eu achando que ela não tinha me ouvido direito disse de novo – Boa tarde! e ela Hi hi  hi… Boatade? Que isso? Num tem.

Ai Deus! Disse eu baixinho… Me vê um Pastel, e ela: Queso, Cane o Pamito? Ai, ai ai… me vê o de queijo, quanto é? Ai ela: Um leal e tlinta, balato. Ha ha ha ha!!!

Boa tarde num tem. Só Pastel, um leal e tlinta.
Boa tarde num tem. Só Pastel, é um leal e tlinta.

A moça sabia o que era pastel, mas não sabia o que era boa tarde… Só rindo mesmo.

Já que eu tô confessando os pecados… também vou falar que não resisti e comprei um chocolate… pronto, falei. Era um bombom diet da Cacau Show… muito gostoso por sinal.

Mas o resto eu fiz certinho, do jeitinho que a Nutri falou pra fazer, eu juro. Fui até caminhar hoje 1h20 e fui na musculação. Eu julu! 😉

0 resposta para “185º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia”

  1. Gente eu tive tantos deslizes que já nem sei mais eu outro dia comi pastel e tomei coca cola, rs literalmente chutei o pau da barraca o pior de tudo é que nem passar mal passei, vai entender. Eu pesava 145 kg com 3 meses emagreci 27, será que estou na média?

  2. Tenho 3 meses de cirurgia e perdi 33 kg. Confesso que vivo cometendo deslises, mas tenho me exercitado bastante…. Então a vida esta bem legal.
    Eu fiz a cirurgia em razão da diabetes e da esteatose hepática, eu nem era tão encucado com o meu peso.
    Então eu não como doces ou coisas fritas. Salvo muito muito raramente.
    Mas a cervejinha em dia de churrasco, como bom paranaense, eu não consigo evitar. Mas é só em dia de churrasco….. uma ou duas vezes por mês…. hehehehe….. e só uma ou duas latinhas…..

  3. Fernando, que força hein amigo!!!!Quero te parabenizar pela coragem de ter feito a cirurgia,pq eu to criando coragem agora, to começando os preparativos pra fazer em julho, ainda tenho mto chão até lá!!!Mas o que mais me deixou encabulada foi que eu e vc somos iguais, sério msmo!!As compulsões, a loucura por sorvete e chocolate, as tentativas de compensar uma deslizada com um aperto na dieta que não dura 1 dia…Li tudo, desde o primeiro dia até hj,e por muitas vezes me emocionei pq parecia que vc transcrevia aqui minha estória de compilsão, fraqueza e sofrimento…Hj peso 145 kg; dos quais 55 ganhei de brinde depois que tive minha filha; tenho síndrome metábolica, de onde vem tudo: pressão alta, glicemia elevada, colesterol alto e mais alguns problemas ortopédicos por conta de um acidente que sofri há uns 8 anos.Ou seja, to morta!!!Mas o que me faz levantar todos os dias é olhar pra minha filhota de 5 anos e ver que ela precisa mais de mim do que eu mesma…Então vamos lá, né???Estou me preparando fisicamente e psicologicamente pra cirurgia, pq tenho muito medo de morrer, mas sei q tomei a decisão certa e só não vou fazer antes por conta do trabalho que não posso deixar de lado agora…Quero desejar a vc muita sorte, que Deus continue te dando toda força possível e que vc já é um grande vitorioso por ter chegado até aqui, viu???Um grande bjo pra vc e pra Bibi…

    1. Kelly, também tive muito medo de morrer. Acho que é normal. É meio parecido como pegar um voo… vc sabe que é seguro, que as estatísticas estão a seu favor e tudo mais… mas a barriga gela. No nosso caso é pior, uma vez que a barriga é grande.
      145kg é muito. Eu estava pesando isso. Tenha em mente que a cirurgia é a parte mais fácil, o difícil é mudar de hábito alimentar. Até hoje eu convivo com o pesadelo de ter vontade de comer em excesso… Não é fome nem nada… só vontade de me acabar em chocolate e sorvete. Só consigo ver uma explicação razoável pra isso. Hábito, pois durante anos eu vim alimentando esse hábito e agora é difícil pra caramba jogar ele fora… mas sinto que aos pouquinho o estou vencendo. Tenho muitas derrotas, é verdade, mas não deixo de lutar.
      Abraços e Boa sorte.
      Depois volta pra contar como foi. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *