81º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

resta um
resta um

Ah hoje foi um dia meio sem lei.

De café da manhã comi pão com carne louca, no almoço o restinho da carne louco e uns canelones que haviam sobrado do final de semana. O problema é que sobrou 1 e esse um eu fiquei com dó de não comer porque iria ser jogado fora e é tão gostoso… blá blá blá… no final eu comi o desgraçado e lógico passei mal.

Você tá vendo como é difícil vencer a comilança né… putz grila!!!

80º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Frango Xadrêz
Frango Xadrêz de madeira

Ah segundona braba!!!

Fomos almoçar em um restaurante aqui perto de casa, eu e minha sócia. Eu comi o pior frango xadrez da minha vida. O frango estava tão seco, mas tão seco que parecia que eu estava comendo um graveto… tive que esperar uns 5 minutos pro desgraçado descer. Nossa, fiquei com medo de vomitar no restaurante!!! Credo!

Minha luta contra os doces continua… muita vontade de comer doces mas hoje não cedi.

79º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Domingão… acordamos tarde.

Andamos 4 km eu a Bibi e a Fiona (sobrinha cachorra) com a finalidade de irmos a um açougue muito bom aqui em são bernardo.

Foi gostoso, caminhamos e deixamos parte dos nossos salários lá no açougue… Mas compramos coisas de primeira.

 

Domingão é dia de churras!
Domingão é dia de churras!

Chegando em casa fiquei com vontade de fazer um churrasquinho, e fomos para a churrasqueira do condomínio. Bom pra começar o carvão não acendia de jeito nenhum… pegava  e logo apagava. Na demora fomos beliscando algumas coisinhas, pão, canelone, queijos… Acho que levei umas 2h pra fazer a o carvão pegar fogo. Coloquei 3 espetinhos e 2 linguiças. Comi 2 pedacinhos de carne e não aguentei mais. De churrasco não aproveitei nada mas foi gostoso. O grande barato não é comer, é a farra.

Será que todo gordinho é confuso como eu?
Será que todo gordinho é confuso como eu?
Acho que todo gordinho confunde as coisas… pelo menos eu confundo. Pra mim comer sempre teve relação com alegria. Quando ia na minha avó era pudim de leite condensado, quando ia na minha tia era quindim, quando minha mãe queria me agradar era sorvete, meu pai me dava chocolate quando voltava do trabalho… em fim… comer está relacionado com bons momentos, momentos relaxantes.

Acontece que não é a comida que faz aquele bem, são as pessoas. Concordo que é difícil de desvincular uma coisa da outra, mas estou tentando.

Outra coisa que aconteceu foi que ao comer um dos pedaços de carne ele estava mal passado. Sabe quando você mastiga mas a carne acaba descendo inteira güela abaixo!!! Então foi isso que aconteceu… fiquei preocupado pensando se aquilo ia passar… acabou que não tive complicação, o problema foi tomar um gole de coca-cola depois disso… Meeeeeu… o gás não queria sair de jeito nenhum. Fiquei lá agonizando e esperando… ai foi saindo de arrotinho em arrotinho… demorou um pouco mas aquela sensação ruim passou… ai ai ai … eu e minhas gordices né.

Outra coisa importante foi que a Bibi me disse que ando comendo muito doce. Eu disse que não, que foram momentos especiais como eu havia dito que iria fazer, mas no fundo estou percebendo que todo dia está sendo especial… hummm acho que meu cérebro gordo está me traindo. Hoje mesmo, eu não aguentei e comprei um chocolate enquanto comprava carvão no supermercado. Não contente procurei um doce bem ruim pra não comer depois do almoço. É eu sei, é a coisa mais estúpida que você já leu na vida, ok… mas fez todo sentido pra mim na hora.

Trouxe pra casa pão de mal… digo pão de mel da Pan…

E não é que estava uma delícia. Putz, traido pela minha cabeça gorda de novo. E o pior é que eu guardei o que sobrou lá no armário da cozinha, mas parece que fico ouvindo o canto da sereia me chamando pra mais um pãozinho de mel… Putz, Pan maldita. Tinha que melhorar aquele troço?

Agora estou aqui. Tô quase pedindo pra Bibi me amarrar na cama pra eu não abrir aquele armário.

Pensei em jogar no lixo… mas não consigo. Acho que se fizer isso fica pior e vou acabar comprando de novo. Caraca pareço um drogado. Acho que tá na hora de voltar pra minha psicologa de novo.

78º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

impressione seus amigos, fique sóbrio.
impressione seus amigos, fique sóbrio.

Hoje iamos ao cinema mas miou… acabamos ficando na casa da minha prima.

Ela preparou uns patês, pão italiano e vinho… vinho…hummm adivinha o que aconteceu. Claro que resolvi descobrir o porque me proibiram de tomar vinho, né.

No começo eu exitei, mas acabei cedendo aos elogios que estavam fazendo ao vinho. Claro que só dei um golinho… na verdade acho que foram uns 4 ou 5 golinhos durante a noite. Pode parecer pouco, mas nunca fui de beber muito mais que isso.

Fiquei um pouco zonzinho, mas bem de leve e com a risada mais soltinha, mas foi só isso. Depois o efeito acabou passando. E o vinho era gostoso mesmo. Deu até vontade de tomar mais, porém achei melhor não fazer extrepolias na casa dos outros. Além do mais se eu ficasse bêbado não ia aproveitar a excelente companhia dos meus primos.

77º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Hoje deveria ter caminhado… mas choveu..

Nem levar a cachorra sobrinha pra passear eu fui… O trabalho estava tranquilo e resolvi tirar a tarde de folga. Mas ao invés de caminhar ou fazer exercícios fui aproveitar meu video-game novo (xbox). Ahhh vai… é novo né!

conchiglione de marca bem duvidosa
conchiglione de marca bem duvidosa

No jantar eu e a Bibi estavamos sem vontade nenhuma de fazer a janta, pensamos em uma pizza mas pedir pizza seria como voltar a forma antiga de se alimentar, então resolvemos ir ao supermercado e comprarmos algo pra fazer um sanduíche natural (manja aquele básico com ovo… então). Enquanto a Bibi ficava passeando no estacionamento do supermercado eu fiquei fazendo compras… No final fui convencido por uma mocinha muito simpática a levar um conchiglione de marca bem duvidosa. Bastava colocar molho pronto em cima e esquentar no microondas.

Comi 3 conchigliones recheados de 4 queijos com molho 4 queijos (falta de imaginação né, tudo 4 queijos) e foi perfeito. Como é sexta a noite resolvi comer um bombom ouro branco que fazia muito tempo que eu não comia. No final acabei comendo 2 bombons… quando chegou a vez do terceiro não cabia mais. O segredo é não comer rápido, se comer devagar a satisfação acaba chegando.

Amanhã vou enfrentar as pipocas do cinema de novo!!! Boa sorte pra mim.

76º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Não tá caminhando porque???? Porra!!!
Não tá caminhando porque???? Porra!!!

Hoje fui ao médico

Como sempre o sr. Marçal a 160km/h.

Pra resumir tomei uma bronca por não estar caminhando todos os dias. Ele disse que quem está perdendo sou eu, porque a maior parte do peso que se perde é nos 6 primeiros meses. Então não estou aproveitando a oportunidade.

Mas já fui liberado para fazer exercícios físicos de impacto tipo judô, andar de bicicleta e jogar futebol! Já vou me inscrever no judô no sábado, acho que até a Bibi vai fazer.

Na saída do médico bateu a fominha da tarde e fomos tomar um mocaccino e um pão de queijo.  Eu gosto daquele da Nestlé sabe, mas o que tomei era genérico e tinha muito açúcar. Pra tirar o peso da consciência resolvi voltar pra casa a pé.

No meio da caminhada bateu um mal estarzinho, provavelmente resultante do Mocaccino Genérico… mas deu pra esquecer dele quando começou a chuva. Como não levo guarda-chuva nas caminhadas acabei me molhando um pouco até achar um abrigo.

Outra coisa que descobri é que tenho que tomar muito cuidado com pão. De noite bateu uma fominha e peguei um pãozinho e fiquei comendo com requeijão. Não contente ainda tomei um iogurte. Ai pesou no estômago… passou logo, mas deu pra ver que pão não mata a fome mesmo. Tem que ter um queijo ou um presunto junto se não a refeição fica meio vazia sabe… acumula calorias e não mata a fome.

75º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Hoje fui tudo tranquilo na minha vida de gordinho em recuperação.

esse é outro gordinho em recuperação também
esse é outro gordinho em recuperação também

 

Acordei cedo, tomei um iogurte e sai pra passear com a Fiona, a cachorrinha da minha cunhada que está passando “férias” comigo. Foi tranquilo, passeamos, corremos de um pitbull… tudo sossego!!

Na hora do almoço fui no kilo e gastei mais de R$ 7,00… mas calma foram só 300 g… que por sinal é mais do que as 250g que costumo comer. No final não aguentei e sobrou um pouco.

É meio difícil privilegiar as proteínas… parece que nesses kilos da vida a ordem é fritar tudo a qualquer custo. Tinha um montão de guloseimas fritas (daquelas gostosas mesmo) e só uma opção de carne (com um aspecto bem mais ou menos). A outra opção de proteína era um tal de calabresa ao molho branco que parecia engordar só de olhar.

Peguei o máximo de proteínas, um carboidrato frito que eu não sou de ferro e umas batatinhas que vieram junto da carne assada com aspecto mais ou menos. Aproveitei que estava no supermercado e abasteci o carrinho de iogurtes (são os únicos docinhos que não fazem mal pra minha consciência).

Mais tarde tomei um iogurte e um suquinho de maçã feito pela Bibi (hummm dilícia).

Mais tarde ainda dei uma bela caminhada… Vamos tentar reverter os excessos do feriado né!!!

A vontade de comer doces é grande viu… mas hoje eu venci! Afinal já tá na hora de voltar a vida normal né… chega de excessos!!!

74º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Mas seu guarda, foi só 1 pão de batata, eu juro!
Mas seu guarda, foi só 1 pãozinho de batata, eu juro!

Hoje eu fui mais esperto.

Comi super moderadamente e evitei totalmente os doces, mesmo porque tive que viajar de carro até o interior para pegar a Bibi e a Fiona (minha sobrinha cachorra) que vai passar uns dias aqui com a gente.

No meio da viagem bateu aquela fominha então parei no posto pra abastecer (a pança). Minha mãe sempre dizia que eu tinha o olho maior que a barriga e ela não podia estar mais certa. Pedi um mocaccinho e o maior pão de batata que eu vi. O engraçado é que eu não agi tresloucadamente, pois fui na confiança que como em qualquer lugar que se pede um pão de batata recheado vem 3 gotas de catupiry (quando é catupiry mesmo) e uma tonelada de pão. Pra minha surpresa o danado veio muito recheado… daquele jeito que todo o gordinho gosta… sabe quando você aperta de um lado e sai o recheio do outro… então tava assim. Seria uma delícia se eu não tivesse um pouco de problemas com coisas gordurosas.

Mas tudo bem, tomei o mocaccinho e fui beliscando o pão de batata que para minha sorte me fez ficar satisfeito rapidamente. Com

Pão de Batata fora dos padrões!
Pão de Batata fora dos padrões!

uma dorzinha no coração deixei um pedaço no prato e fui embora. Incrível como é difícil se separar do último pedacinho. Parece que é o pedacinho que te completa sabe… Mas resisti bravamente e abandonei o local o mais rápido possível. Mesmo assim eu deveria ter pego um pão de queijo.

Continuei a viajem sem sobressaltos. Fiquei com medo de passar mal em quanto dirigia mas foi tudo bem.

Chegando lá não aguentei e comi 2 paçoquinhas diets e um sonho de valsa (shame on me!)… Ah que droga… sempre tenho uma gordice pra contar né. Paguei por isso ficando com o estômago pesado algumas horas, mas passou. Jantei (uns pedacinhos de carne foi muito suficiente), viemos embora e tudo bem.

73º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Não coma doce com o estômago vazio
Não devo comer doces com o estômago vazio ou sem me alimentar adequadamente

Bom depois de passar super, ultra, mega mal ontem… voltei a bobear… Ai ai ai …

Mas descobri o problema, ou pelo menos acho que descobri.

Hoje de novo acordei tarde e não tomei café da manhã. Já era 16h da tarde e eu não tinha comido nadinha. Comprei uns pães e frios e fui pra casa da minha mãe “almoçar”.

Fiz um sanduiche de queijo e presunto e comi com um belo cafezinho. Mas lá tinha um lindo, enorme e delicioso bolo de chocolate daqueles que só a minha mãe sabe fazer. Meio cremoso sabe… hummmm

Mas dessa vez fui moderado, peguei o equivalente à apenas uma fatia. Até ai tudo bem, mas de repente comecei a sentir meu estômago pesaaaaaado, uma leseira… depois veio uma ansia… e pronto. Tava passando mal de novo.

Resultado perdi toda a tarde porque tive que ficar lá estirado na cama esperando passar…

passando mal de novo
claro que passei mal de novo né.

Foi ai que eu notei a importância de se comer de 3h em 3h. NÃO POSSO DE JEITO NENHUM COMER AÇÚCAR COM O ESTÔMAGO VAZIO. Ontem foi a mesma coisa no Mc Donalds. Comi pouco e logo em seguida comi açúcar (meu pai costumava dizer que açúcar era sinônimo de veneno pra mim… acho que ele tava certo).

A situação se repetiu igualzinho, fiquei passando mal até pegar no sono. Acordei com uma fotossensibilidade super alta como ontem. Foi só olhar pra fora da janela e parecia que tinham batido uma foto com meu olho colado no flash. Vai passando, mas é esquisito, não dava nem pra dirigir. Essa semana vou conversar com o médico a respeito disso. Isso tá me assustando um pouco.

72º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

HOJE FIZ MERDA

Devido à farra de ontem acordei tarde.

Fiquei enrolando pra tomar café da manhã e acabei não comendo nada. Como já eram umas 11h30 resolvi que iria almoçar. Fui até um supermercado aqui perto onde há um grande restaurante que eu nunca havia experimentado.

Almocei 262g exatamente, quer dizer, menos né, porque uma parte eu deixei no prato. Comi praticamente só carnes pra tentar me redimir do excesso de carboidratos da cantina italiana de ontem.

 

veneno
maravilha gelada recheada de calorias estratosféricas

No final decidi que queria tomar um sorvete do Mc Donalds, o tal do Mc Flurry.

 

Fui lá e pedi um com mini bombons alpino e cobertura extra, pra garantir aquela explosão de sabor né!

Tava ótimo, fui saboreando meu sorvetão até o carro, entrei e continuei consumindo aquela maravilha gelada recheada de calorias estratosféricas. Mas daí, aquele sorvete começou a ficar meio… sei lá… meio repugnante. Os mini bombons alpino já tinham se trasformado de deliciosas guloseimas em pedaços de sebo com leve sabor de chocolate. Aquela cobertura maravilhosa já tava com sabor de chocolate Dizioli, ou vômito… seilá acho que um meio termo.

Uma vontade de vomitar começou a tomar conta do meu ser… Mesmo assim como todo o bom gordo fui comendo na esperança de que ia passar logo (gordo é burro quando tá comendo né!!! Pelamordedeus!!!)

Mas foi piorando… eu ia para casa da minha tia passar a tarde mas pensei que seria melhor não dirigir… Calculei a distância e resolvi que dava pra chegar em casa.

Cheguei suando frio e ofegante… eu já tava achando que ia ter um treco e quando eu olhei minha cara branca no espelho do elevador eu me assustei. E a vontade de botar tudo pra fora ia aumentando e as pernas começaram a bambear…

Cheguei em casa tirei toda a roupa e me deitei… já com a cabeça virada para o banheiro caso precisasse me arrastar até lá. Liguei pra Bibi, porque se caso eu morresse alguém tinha que ficar sabendo né…

Ela atendeu e eu falei… fiz merda! Agora sim eu tô tendo dumping de verdade e não era aquela mal estarzinho que eu sentia antes não… Parecia que eu ia morrer.

O negócio é Punk mesmo!
O negócio é Punk mesmo!

Como eu já tinha lido muitos relatos de como era o dumping eu me tranquilizei e já sabia que em 2h passaria. Mas o  negócio é PUNK… Que sensação horrorosa. O jeito foi me cobrir, botar a cabeça no travesseiro e sofrer sozinho até o troço passar.

Acabei pegando no sono e acordei com um telefonema do meu pai. Contei pra ele minha aventura e disse que já estava bem melhor e que já estava indo pra lá me encontrar com ele. Mas ao desligar me levantei e olhei pela janela e estava tudo nublado, até ai normal aqui em São Bernardo, mas o estranho foi que depois fique com a vista bem ofuscada, mas bastante mesmo que até atrapalhava a visão. Fechava o olho e via aquela mancha enorme, achei super estranho. Foi aí que eu percebi que estava tremando e com uma puta fome.

1 tonelada de açúcar e 250g de comida. Minha cabeça gorda me passou uma rasteira legal!
1 tonelada de açúcar X 250g de comida. Minha cabeça gorda me passou uma rasteira legal hoje!

Me bateu um desespero de comer. Eu tava super fraco e fui até a geladeira e tomei um iogurte de morango quase que numa golada só. Não adiantou e eu fiquei super surpreso. Ai eu lembrei que tinha comido menos de 250 gramas de comida e uma tonelada de açúcar. Devia estar hipoglicêmico, fui lá e peguei um pedaço de carne, esquentei e comi com requeijão acompanhado de mais um iogurte. Só ai que a tremedeira passou e aos poucos eu fui me sentindo melhor.

Embora a vista ainda estivesse meio ofuscada resolvi ir à casa da minha tia e no caminho fui melhorando mais.

Nossa, não quero passar por isso nunca mais. Além do mais peguei um nojo do Mc Flurry. Pois é um dia você ganha outro você perde. Tava me achando o bonzão ontem lá na cantina e hoje um gordo burro… Bom, é como dizem tropeçando é que a gente aprende a andar né! Acho que dessa vez aprendi bem a lição.