278º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Vivo comentendo deslizes. Que saco! Essa gordice não me deixa.
Vivo comentendo deslizes. Que saco! Essa gordice não me deixa.

Ter um dia de confort food ontem foi uma péssima… mas uma péssima idéia…

Claro que o comedor aqui tinha que exagerar né. Comi 2 bolinhos com sorvete, o famoso petit-gateau.

Fiquei quase tão ruim quanto o dia sorvete do mc donalds, queria vomitar para passar aquela sensação mas não conseguia.

Resultado, fui dormir mais cedo. Lá pelas 23h40 eu acordo com…. adivinha? Claro… hipoglicemia.

No escuro mesmo levantei e fui até a cozinha atrás de uma bolacha integral. Acabei comendo um club social e 2 iogurtes até passar a fome. Na verdade, eu queria comer a bandeijinha inteira de iogurte, mas me contive porque eu sei que depois eu passo mal pelo excesso.

iogurte de frutas vermelhas com corn flakes... meia caneca... delícia.
iogurte de frutas vermelhas com corn flakes... meia caneca... delícia.

Depois disso voltei a dormir e hoje acordei bem, tomei um café da manhã de meia xícara de Corn Flakes com Iogurte Molico de Frutas Vermelhas…humm

Almocei um lanche e a tarde lá na casa do meu pai comi mais um misto quente. Meu pai faz o melhor misto quente do mundo… é sério!

Agora cheguei aqui no Senac para mais uma aula louco para tomar um iogurte batido, mas não tinha iogurte… sabe o que eu fiz, acabei comprando um M&M’s…. gordo é foda mesmo né.

Não tem um dia que eu não cometa um deslize.

 

277º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Se recuperando do engavetamento!
Se recuperando do engavetamento!

Hoje foi um dia muito chato.

 

Sofremos um acidente na estrada na volta para casa. Nada grave, mas o carro ficou meio destruidinho. Nós só viemos nos dar conta do que aconteceu hoje ao acordar. Algumas partes doloridas, embora sem nenhuma escoriação, graças a Deus e à Bibi que é uma excelente motorista e fez tudo certinho.

Bom, por causa disso tiramos o dia de folga para descansar e colocar a cabeça no lugar. Acordamos tarde e fomos tomar um café almoço na padaria. Pedimos um pão na chapa e um café cada um, eu como gordo que sou não consegui me conter e pedi também uns petit fours (não sei se é assim que escreve). Não precisava né! Acabei nem comendo.

Use cinto ok!
Use cinto ok!

Passamos a tarde assistindo uns filmes e comendo uns chocolatinhos Lindit e mais tarde os petit fours do café-almoço.

 

Na janta, pra dar uma relaxada vamos comer uma torta de palmito com catupiry da Sadia e uns petit-gateou. Não tô nem ai se engorda, se não engorda… hoje eu quero me sentir confortável e relaxado e dada melhor que um sorvete com um negócio quentinho de sobremesa.

Bom, hoje foi isso. Aliás… aqui vai uma dica… Sempre usem cinto de segurança… se não fosse isso talvez você não estivesse lendo isso hoje. Ufa… que susto!

Ah! também tenho que agradecer à Polícia Rodoviária, à equipe de resgate e ao pessoal da AutoBan que nos atenderem muito bem!

276º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

não aprendo né!
não aprendo né!

Acordei morrendo de fome e não tinha nada pra comer… então abri um pacotinho de amendoim.

Depois minha sogrinha trouxe uns pães de queijo e acabei comendo mais do que deveria, resultado… sensação de estômago pesado e sono.

No almoço eu comi bastante carne e moderei no pãozinho e massas de entrada.

A noite passamos no Graal na estrada e comi massa e um pouquinho de filé de merluza, mas não comi toda a massa. O engraçado é que antes eu vi aquele monte de doces e pensei… vou me atirar nos doces, mas tomei uma decisão certeira, jantar primeiro e depois ir lá e pegar quantos doces eu quisesse. Resultado, não peguei nenhum e me contentei a dar umas garfadas num bolo de laranja que a Bibi havia pegado.

275º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Maldito vício de comer doces
Maldito vício de comer doces

Sábado acordei cedo para ir para Leme pegar a Bibi na casa dos pais dela.

Resolvi que ia tomar café na estrada, mas antes de pegar o caminho da roça passei no posto para abastecer e decidir parar na minha padaria favorida, a Kenedy em SBC. Pedi um pão na chapa, claro e um café pequeno com aquela espuminha de leite em cima… adoro! Mas dessa vez pedi o pão na chapa com pouca manteiga… eu nem sabia que podia fazer isso! Achei legal, não fica tão gostoso, mas é bom do mesmo jeito.

Ai fiquei com vontade e resolvi pedir 3 mini sonhos (não é um exagero né!) a moça ficou meio confusa e me disse 100g. Eu falei tá bom e depois ela veio com o pacotinho que eu abri e fui comendo no carro. Mas sabe quando vc não se dá conta… Depois que eu estava no penúltimo percebi que já tinha comido uns 7… Ai caiu a ficha…. 100g não era a mesma coisa de 3.

Não passei mal nem nada, mas no meio da estrada me deu um sono, não sei se por ter acordado cedo ou por ter comido o sonho.

Lá na casa da sogrinha me deparei com um bocado de bombom sonho de valsa branco… e acabei comendo um pá deles… nem contei. Mas não passei mal nem nada.

É difícil perder esse maldito vício de comer doce… putz grila viu!!!

274º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Vencido pelo sono e pelo frio!
Vencido pelo sono e pelo frio!

Bom, ontem aquele hamburguer e iogurte batido não vingaram, tive que dar uma reforçada com uma coxinha no intervalo e logo quando os alunos não queriam sair para o intervalo… vou te contar viu. Quando você quer que eles fiquem eles querem ir, quando vc quer que eles vão eles querem ficar… Vai entender!!!

Juro que hoje eu fiz força pra caminhar, mas acabei vencido pelo sono e pelo frio.

Hoje comi normal, no almoço carne louca com macarrão de saquinho de anteontem, tava horrível… o macarrão claro.

No meio da tarde comi umas bolachinhas que a Bibi comprou sem glútem e não gostei… essas bolachinhas sem glútem parecem feitas de areia… sei lá. Mas o gostinho até que era bom.

A noite fui de lanche, com a carne louca de novo e requeijão… ficou bom! E de sobremesa não resisti e roubei um Lindit.

Bom, foi isso.

 

273º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Preguiça
Preguiça

Acordei com uma puta preguiça mas mesmo assim fui caminhar… se não lutar contra essa maldita preguiça crônica eu vou voltar a estaca zero… digo estaca 145kg…

Andei, almocei bonitinho, voltei…me deu vontade mas eu não comi doces hoje.

No senac pedi um salgado (hamburguer) e um iogurte batido com leite, com 16 gotinhas de adoçante… ficou perfeito.

Sou eu voltando à ativa.

272º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Zona de conforto é um perigo!
Zona de conforto é um perigo!

Hoje não fui caminhar não, acordei atrasado… nossa nem ouvi o despertador tocar, fiquei jogando video-game até tarde.

Hoje eu me assustei com minha conduta alimentar… Depois do almoço passei na doceria e comprei um pote de “Deditos” (uns biscoitinhos em forma de palito cobertos de chocolate) e uma barra grande de chocolate. A idéia era comer tudo até o final de semana.

É, mas foi só idéia mesmo, acabei comendo o pote inteiro de palitinhos e mais a barra inteira de chocolate… Nossa depois eu senti um desprezo tão grande por mim mesmo… Eu queria me separar de mim.

Sorte é que eu tinha psicóloga marcada para hoje… fiquei conversando com ela sobre o assunto.

Existe uma parte de mim que quer prazer imediato, leia-se guloseimas, e outra que quer ter uma vida saudável. Essas duas personalidades vivem em conflito dentro de mim. Vamos chamá-los de Anjinho e Diabinho. Geralmente quando estou meio para baixo o diabinho fica sobrando no meu ouvido para ter prazer rápido, de forma a afastar aquela sensação ruim e então dá-lhe comida goela abaixo.

me matando com comida
me matando com palitinhos de chocolate

Já o anjinho diz o contrário, para fazer exercícios e manter a forma. O problema é que quando dou ouvidos ao diabinho bate o maior remorso, o que faz com que eu corra para a comilança novamente… É eu sei, parece um pouco irracional, e é… mas é assim que acontece comigo.

Então quando fico um pouco triste ou preocupado corro para a comida atrás de um alívio rápido… só que o alívio também vai embora rapidamente, o que me faz me sentir pior do que eu já estava de forma que volto a procurar guloseimas para aliviar a dor e assim vai até eu me transformar numa montanha de novo.

Agora o negócio e frear esse impulso maluco de descontar as mágoas na comida… mas vou dizer… é foda, porque faço isso desde criancinha.

Zona de Conforto que não conforta.
Zona de Conforto que não conforta.

Percebo que nessa vida a coisa mais difícil é mudar. Não importa se vai mudar pra melhor ou pior, a gente sempre quer estar onde está porque é seguro. É o medo de fazer a cirurgia, depois é o medo de não poder mais beber litros de água numa golada só, depois é medo de não tomar Coca-Cola… em fim… na verdade tudo é medo da mudança, do desconhecido. Medo de gastar mais energia… porque toda mudança envolve gasto de energia, leia-se queimar as pestanas, sair da zona de conforto.

Comer é minha zona máxima de conforto. E tá muito difícil sair dela.

Óh… nem me venha com aquela velha conversa de força de vontade heim… Afinal se você tem que ter força pra ter a vontade isso não é vontade né e sim falta dê.

271º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Andando de novo!
Andando de novo!

Hoje resolvi caminhar… ah, já era tempo né!

Coloquei na cabeça que ia andar 2h, mas depois de 1h já estava meio cansadão, então resolvi que 1h30 já estava de bom tamanho, afinal fazia um tempão que não caminhava né!

De resto a alimentação foi tranquila!!! Fora alguns chocolatinhos pequenininhos… eu juro que eram pequeninos!!!

270º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Dormindo no meio da rua... digo... no meio da estrada!
Dormindo no meio da rua... digo... no meio da estrada!

Segundona chega de comilança né. Isso seria verdade não fosse uma caixinha de ferrero roche. Mas fora isso eu me comportei até que bem.

Tive que pegar a estrada para voltar para cidade grande e depois do almoço bateu um sono que fui obrigado a parar num posto Graal para tirar um cochilo.

Depois de mais ou menos 30min. sai do carro e fui tomar um café. Mas sabe como é esses postos de beira de estrada né. Uma cilada, pois no buffet só tem coisa deliciosa.

Entrei decidido a tomar só um café, mas não resisti e peguei dois pedaços de rocambole, tudo bem que eram pequenos, mas isso prova como é difícil resistir à tentação. Pra compensar tomei o café sem açúcar. É que quando como algo doce eu gosto de tomar o café sem açúcar. Na saída ainda comprei um Twix… que fui comendo durante a viagem.

Depois trabalhei a mil por hora pra entregar a tempo meus compromissos profissionais e agora vou jantar.

 

269º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Ai que saudade que dá!!!
Ai que saudade que dá!!!

Dia seguinte veio o café da manhã de hotel. Muita variedade e coisa boa, principalmente doces, mas nem toquei neles, pois sabia que se comece doce de manhã com o estômago vazio ia ficar passando mal até a hora do almoço.

Fiz um lanchinho com queijo e peito de peru, com um delicioso iogurte de morango e só. Ai ficamos eu e a Bibi lagartando no sol na beira da piscina. Pena que estava frio, se não até arriscava um mergulho.

O chato é que eu ficava lá no sol, lendo meu livrinho e pensando em comer aqueles doces… Gordo é foda mesmo né. Foi então que eu desisti e fui lá de novo e enchi o pratinho de palitinhos de chocolate e bolo de cenoura. Na verdade encher é modo de dizer né… foram 2 pedaços pequenos de bolo, mas os palitinhos eu enchi mesmo. Adoro esse troço.

Comi e claro, fiquei mal. Não a ponto de suar ou coisa assim, mas fiquei com aquela sensação de estômago pesado e me deu uma leseira. Ainda bem que estava no hotel e aproveitei pra tirar um cochilo.

Tirado o cochilo e fomos almoçar em um restaurante normal… Não que fosse um restaurante ruim, longe disso. Mas normal.

Foi ai que eu comecei a sentir saudades do Felipe, o garçom que nos atendeu no restaurante do Grande Hotel. A gente não precisava pedir nada, pois ele parecia adivinhar as coisas. Incrível. Diferente do garçom desse outro restaurantes que ficava pedindo para eu passar as garrafas pro pessoal do fundo… Eu ia passando e falando… que saudade do Felipe!!! Depois na hora de servir os pratos o garçom olhou pra mim e disse: O sr. pode pegar o prato ali pra mim… e eu  ” ai que saudade do Felipe”  he he he. Eu me acostumo fácil com coisa chique!!!

Foi outro dia de comilança, comi bastante mas não  a ponto de passar mal, mas a leseira veio de novo e passei a tarde como um urso hibernando na caverna.

Nossa esse final de semana eu tirei a barriga, literalmente, da miséria!!!!