Como sobreviver a festinhas de crianças para quem fez cirurgia bariátrica ou gastroplastia.

Bom… como todo mundo sabe eu cai na estatística dos 30%. Isso significa que eu voltei a engordar após a cirurgia. (Não tanto quanto antes mas não virei essa borboleta que tanto falam por aí) .

Mas não é por isso que eu estou imune aos efeitos colaterais da cirurgia.  E como todo bom gordinho eu sofro das tentações de comer como se não houvesse amanhã.

Isso acontece muito em festinhas de crianças.

A tentação é forte. E acredite em mim. Já sai muito ruim de muita festinha de criança.

Se você não sabe, eu sofro de dumping. E eu na verdade agradeço por isso porque se não eu voltaria a comer como um mamute que acabou de despertar da era do gelo.

Tá eu aceito!

Depois de tanto entrar pelo cano aprendi a me controlar. E por mais incrível que pareça não faz tanto tempo assim. Gordo é foda.

A dica na verdade parece idiota. Salvo raríssimas exceções, eu não costumo ter dumping com comida salgada. Então bolinho, quibe, coxinha não me afetam (contando que eu não exagere, é claro). Mas pra ser sincero eu nem me importo  muito com eles. A minha Kriptonita são os docinhos.

Caramba… tenho certeza que foi o capeta em pessoa que inventou a receita do brigadeiro. Não é possível!

Minha sorte é que é no final da festa.

Mas o refrigerante não. E o primeiro erro é tomar refrigerante normal. Na hora não faz nada e depois da coxinha é perfeito. Mas o refrigerante me da um dumping uma hora e meia depois. Doido né!

Então eu cortei o refri normal e troquei pelo zero. Não é a mesma coisa mas isso permite que eu converse coma as pessoas sem aquele olhar de peixe morto. É horrível!!!!

Aquele olhar de peixe morto.

Eu descobri que se intervalar refri com água eu me sinto superbem. Então é agua e refrigerante. Isso faz com que eu não cima muito salgadinho. Não me pergunte porquê.

Depois do parabéns é que a coisa complica pra mim. Vem bolo, vem sorvete, brigadeiro, beijinho… nossa só de escrever já engordei um quilo.

Minhas pupilas se dilatam. Meus instintos ficam a flor da pele e eu tenho vontade de atacar o garçom, correr com a bandeja de docinhos e me esconder em cima do brinquedão!

Meeeeeeeu! E muito difícil pra mim. Sério. Eu tenho que me preparar antes da festa pra não comer muito.

Aí quando chega aquela bandeja enorme repleta de docinho eu faço aquela cara de paisagem e pego um… tá bom… tá bom… eu pego dois e sento numa mesa  quietinho.

E essa é a parte mais difícil. Eu vagarosamente dou uma mordida no brigadeiro. Devagar vou apreciando e logo em seguida saio. Deixo lá na mesa solitário aquele lindo e belo meio brigadeiro.

I'm fat let's party
Segura se não o bolo acaba antes do parabéns!!!!

Arranjo algo pra fazer. Vou ao banheiro, ou converso com alguém. Sei lá! Invento na hora.

Aquele monte de água e refri zero que eu fui tomando na festa ajudam nessa hora.  Isso retarda o efeito do dumping.

Depois do role, volto à mesa e como o que restou dos dois docinhos e espero o bolo.

Ai dou mais um tempinho. Dou uma volta, bato um papo.  E meia hora, vinte minutos depois eu provo o bolo.

Perceba que eu disse provo e não como !

Minha cara comendo o bolo
Minha cara comendo o bolo

É isso aí, só provo. Sabe por quê? Porque aqueles dois docinhos foram suficientes pra iniciar o processo do dumping mas não são suficientes pra me fazer passar mal. Esse início de dumping faz com que eu perca a coragem de detonar o bolo também.

Então pra resumir esse textão. Eu como é junto intercalo refri zero e água. Isso ajuda a eu não comete muito salgadinho.  Quando vem os doces eu pego pouco e os como devagar. A prestação mesmo! Espero uns vinte minutos pra comer o bolo ou outro doce e aí a vontade selvagem de comer doces fica mais controlada.

Bom, é assim que eu ando sobrevivendo às festinhas infantis e tem dado certo.

Tem gente que não tem fissura por doces como eu. Mas o ponto fraco é o salgado, ou a cerveja! Eu acredito que você deve intercalar com copos de água e refri zero.

Bebeu um chopp. Intercala com uma água ou até duas. Seu negócio é salgadinho. Intercala com um ou dois copos de água e refrigerante zero e da uma volta.

O mais difícil depois da cirurgia é perder o hábito de gordo. Repara como as pessoas magras se comportam em relação a comida. Elas só beliscam porque estão distraídas conversando ou se divertindo. Foca na diversão e não na começão e sobreviva até o final na festinha infantil!

Foca na diversão!
Foca na diversão!