220º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Me sinto um pateta.
Me sinto um pateta na frente da comida.

Acordei bem cedinho e fui para o CCA.

Ando meio desesperado e precisava conversar, colocar para fora toda essa angústia. Ando me sentindo um pateta. Sabe aquela pessoa que fuma que sempre diz: “Eu fumo porque eu quero, quando quiser parar eu paro”. Então tô me sentindo assim, sempre achei que quando quisesse parar de comer porcaria bastava parar mas descobri que virei refém da comida.

Eu sinto necessidade de comer doces. Mesmo que eu não queira acabo comprando ou comendo em excesso.

Hoje procurei ajuda de tudo quanto foi lado, fui ao CCA, visitei uma amiga que fazia CCA para conversar. Até caminhei 1h20!

Mas no final do dia, com uma puta fome acabei comendo um Pastel. E para castigar mesmo… o pastel era recheado de ar… Meu só tinha um filete de queijo no desgraçado… Até ai tudo bem… ninguém morre de comer um pastel no mês… mas depois acabei comprando umas drágeas de chocolate recheada com licor. Da mais fubanga que existe, nem licor tinha dentro, era alguma coisa que nem sabor de licor tinha.

Pastel + 100 g de drágeas, me fizeram ficar meio mal… hipoglicemia e coisa e tal.

Puxa… isso me assusta pra caramba. Não consigo falar não para mim mesmo. Hoje eu havia decidido desde cedinho que não ia comer doces. Mas basta ele aparecer na frente. Eu sou muito facinho. Só espero que isso seja uma fase e passe logo.

 

7 respostas para “220º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia”

  1. Bom, o que me impede de comer mais e mais doces, cappucinos e tals, é o dinheiro.
    Vivo com o orçamento apertado e então nem tenho grana sobrando pra comprar essas coisas.
    Que tal se vc pensasse em economizar? seja mao de vaca e diga ao seu cerebro que vc não pode gastar.

  2. Oi Fernando,
    Açucar e gordura não combinam com a nossa cirurgia!!
    Ou dá hipog ou dumping….tenha força e sempre procure lembrar de tudo que já passou e conquistou até aqui, invista mais nas frutas p diminuar a vontade de doces, prá mim funcionou bem…quem sabe?
    Tudo de bom.
    Bjos

  3. Fernando, hj lendo seu depoimento percebí em suas palavras um sofrimento imenso, pra que isso? A nossa relação com a comida é de prazer, e que mal há nisso? Há mtas coisas que nos dão prazer que são maravilhosas, o mal não está em comer e ter prazer nisso, o mal está no excesso, relaxa.
    Eu gosto de comer, como doces, não todos os dias, mas como doces, massas, lanches, esporadicamente e sem culpa, qdo como saboreio, como devagar e com mto prazer e sem culpa nenhuma. Esta cirurgia é benção de Deus e não pode ser tortura na nossa vida, deste jeito vc ta perdendo a vida com excesso de preocupação,o que tem de anormal em amar doces, e daí? Doce é bom e mto bom, coma pouquinho curtindo mas não deixando de refrear o impulso e comer mto e todos os dias ok?
    Seja feliz, livre.

    1. Oi Sandra… hoje estou percebendo isso. Como meu pai sempre diz depois da tempestade sempre vem a bonança… Fiquei mal essa semana mesmo. Sabe, entre a cruz açúcarada e a espada da dieta. Essa luta interior só me faz mal e alimenta minha compulsão. Entreguei na mão de Deus e relaxei… o que tiver que ser será, e por incrível que pareça depois disso veio a serenidade. O que o pessoal falou aqui é verdade, eu estou tendo uma super reação, não precisa. O que o médico me falou me botou medo mesmo, mas se eu me estresso quando como um doce eu acabo comendo mais doce ainda então, já que eu não posso com eles eu resolvi me jutar a eles e comê-los em paz e isso está me fazendo comer menos e tendo mais prazer.
      Comer devagar também está fazendo uma super diferença, depois de colocar o garfo na boca eu o solto e mastigo bastante e fico prestando atenção na comida descendo. Sinto ela parando na entrada do estômago… pelo menos eu acho que é a entrada né… e depois de passar aquela sensação de aperto ai dou outra garfada. Acabo comendo bem menos do que andava comendo antes, fiz o teste hoje no almoço. Junto comi 2 bananas fritas, que eu adoro mas bem devagarzinho como com o sorvete ontem. Passei na frente da doceria e não tive vontade de mergulhar na prateleira de chocolates.
      No fundo você e todos estão certos. Tenho que relaxar mais.
      Valeu pela força.
      FE

  4. Fernandão,

    Tente incluir na sua vida algumas metas voltadas ao bem estar. Vc da muito foco na comida e é quase Deus no Céu e comida (doces) na terra, rsrsrs. Vc esta perdendo a melhor parte do emagrecimento e até jogando fora o que já emagreceu. Porra, vc já é um vencedor, teve a coragem de fazer a cirurgia, emagreceu (se não me engano, +30kgs), esta caminhando e etc. Vire esse jogo, pois se sua compulsão lhe sabota diariamente, sabote sua compulsão.

    Primeiramente, pare de repetir que vc é gordo, gordices, sou um fraco e etc. Se vc não é espírita para acreditar que atraímos o que pensamos, pense na famosa “Lei da Atração” que diz praticamente a mesma coisa. Se vc se acha fraco (que não é), toda vez que vc for lutar contra os doces vai perder, seu subconciente ja diz, “Sou fraco e vou comer esse doce”. Se não acredita na “Lei da Atração” tb, pense em PNL – Programação Neurolinguistica, que tb é quase a mesma coisa, vc ao dizer e e afirmar tudo isso esta se auto programando a ser assim, por isso tantas “derrotas” nessa sua luta diaria com vc mesmo.

    Veio, em segundo lugar, tente autosabotar a sua compulsão, sabe como ? Vou dar uns exemplos que já usei uns comigo e por outros que eu mesmo pesquisei :

    1o) Tente se manter ocupado, mente ocupada, pouco tempo para pensar em comida.

    2o) Compre um calça ou bermuda de 2 numeros menores a que vc esta usando hj, se quiser pode ate ser uma camisa tb, e semanalmente ou diariamente va tentando vesti-la. Procure algo que a Bibi irá adorar tb.

    3o) Ta fazendo caminhada, mas ja pensou em evoluir para pequenas corridas ? Se precisar, procure um Personal Trainer especializado. Se o Personal é caro, procure montar sua propria planilha, estipulando que vc ira alterar corrida com caminhada, mesmo que no inicio seja caminha 5 minutos e correr 1 por exemplo. E defina sua meta para depois de x meses vc estar correndo 5 km.

    4o) Tente fazer uma aula de dança com a Bibi, emagrece é o maior barato.

    5o) Se as duas ideias acima não te alegraram, ja pensou a aprender a jogar tênis ? Ou Squash ? Remo ?

    6o) Combine com a Bibi que a cada 5 kg eliminados, vcs vão comemorar, derrepente uma pequena champanhe, uma jantarzinho light a luz de velas. Ou vão para SP ver uma peça de teatro, um show, etc. Evaporou 10 kg, façam uma mini-viagem ou se de ao luxo de comprar uma roupa legal para vc, que não seja aquela roupa de 2 numeros menores.

    7o) Evaporou 15 kg, venha aqui para o Rio de Janeiro, para comemorarmos juntos.

    8o) Evaporou 20 kg, se de presente um curso de mergulho.

    Fernandao, a ideia aqui é usar certos incentivos contra os doces, pq existe sim uma vida super agradavel qdo emagrecemos, a merda é que só conhecemos os prazeres de gordos. Eu agora, 22 kg mais leve, consigo correr 1 kg, ja estou cabendo em roupas que não cabia a vários danos, e devo começar a fazer boxe (amador). E nem vou comentar a performance sexual (sem comparação com o que era antes), hehehe.

    Ah, percebeu que não falor perdi tanto kilos, pois a PNL diz que qdo dizemos perder, quer dizer que queremos achar um dia. Ta vendo que ainda tem esses truques da mente, rsrsrs. Veiao, aqui foram minhas ideias, vc pode usar as suas, mas tem que ser coisas que vc sempre quis fazer e que a gordura atrapalhava ou impedia, principalmente para o premios maiores, pois os menores a ideia da roupa de No menor, da comemoração, do teatro e etc, funcionam bem, pelo menos para mim, rsrs.

    Cara, todos aqui estao com vc ! Grande abraço !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *