221º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Chega de Baixo Astral!!!
Chega de Baixo Astral!!!

Ontem fui dormir cedo… a caminhada cansou.

Por isso acordei 6h da manhã. Aproveitei para botar algumas coisas em dia, entregar uns folhetos para uma amiga. Coisas de publicitário.

Me sentindo meio sozinho e como estava sem muita opção de alimentação em casa resolvi almoçar em uma padaria super chiquetérrima lá em Sto. André. Vitória Régia.

Eu estava super sereno e feliz, não compulsivo e sob controle… pelo menos eu achava que estava né. Como era meio cedo esperei pacientemente servirem o buffet e me servi. Sabe que eu até pensei que ia encher o prato, mas incrivelmente fui muito seletivo. Peguei um pedaço de lasanha de ricota ao alho poró… divino, um bife grelhado de frango, alguns grãos de bico e um pouquinho de mandioquinha com bacon.

Foi pouca comida, até achei que teria que me servir de novo. Como estava sozinho e descompromissado resolvi comer bem devagar e mastigar bastante enquanto assistia um programa esportivo sem som em uma das diversas tvs de lcd do local. Eu não entendo porque eles espalham tvs pelo ambiente, as ligam e tiram o som?!?! Primeiro que se eu quisesse assistir televisão ficaria em casa, segundo de que adianta tanta televisão sem som… absurdo total… pra não dizer estupidez… bom… deixa pra lá… voltando:

Apreciei cada mordida… a lasanha estava divina! Mastiguei bastante… pela primeira vez fiquei prestando atenção na minha mastigação e na descida da comida. Olha só… eu já tinha acostumado a comer e sentir o esôfago meio apertado, mas não é gostoso… é incomodo e achava que era assim mesmo, só parava quando apartava muito. Depois de mastigar bastante fiquei prestando atenção na descida da comida. Ela sempre dá uma entaladinha antes de chegar no estômago mesmo mastigando bastante… deixa o esôfago apertado, claro que bem menos se você não mastigar bem. A minha tendência é após uma garfada mandar outra, mas hoje foi bem diferente… esperei aquela leve sensação de aperto sumir para dar outra garfada. Tudo muito tranquilo.

Não tinha nem chegado na metade do prato e já estava satisfeito. Mágica! Surpresa! Não… eu já sabia disso, só não tinha posto em prática ainda. Eu achava que mastigava bastante até… mas vi que não mesmo… continuo comendo como um desesperado, quer dizer… continuava.

Olha, foi uma refeição excelente e tranquila… Depois, claro, fiquei com vontade de comer doce. Então resolvi me entregar… não vou ficar me punindo e martirizando, vou comer a droga do doce. Não queria ficar chateado comigo de novo. Essa semana foi demais, me culpando demais, me punindo demais e fazendo besteira demais. Tinha muita coisa e a que eu escolhi foi um sorvete Hagen Daz de doce-de-leite. Só que ao invés de pegar o potão peguei o potinho de 100 ml. Mesmo porque é super caro, acho que paguei uns 10 reais em 100 g. de sorvete… mas é um Hagen Daz né.

Voltei para o meu lugar e saboeei aquele potinho… Nossa, estava ótimo. Perfeito. Divino e quando acabou, por incrível que parece estava satisfeitíssimo. Não é que eu não tinha vontade de pegar mais… eu simplesmente não queria mas comer.

Sentia que tinha comido bastantão sem ter comido e sem aquele desconforto abdominal. Interessante né. Comi devagar… bem devagar e depois peguei pouquinho doce e não fiquei com vontade de pegar mais como sempre eu tenho.

A tarde me deu vontade de comer um docinho de novo, então fiz um pudim diet que tinha aqui na despensa. Achei que ia comer tudo, mas não, comi só algumas colheradas e me empapucei. Feliz da vida vim escrever isso. Compulsão sob controle… não sei, pelo menos hoje parece que sim.

Uma amiga do CCA me disse que a melhor coisa a fazer é planejar a alimentação logo cedo. Escrever num papel o que você vai comer… seja lá o que for, ou a quantidade que for, mas deve-se cumprir o que está escrito. Me parece uma boa idéia.

Não é uma super vitória, mas já é um começo. Segunda-feira quero acabar com esse baixo astral… sai pra lá urucubaca!!! Eu tenho uma missão e tenho que cumprir.

Acho que se comer bem devagar nas refeições talvez até possa me dar ao luxo de comer uma sobremesa. Deus queira porque está sendo muito difícil pra mim.

6 respostas para “221º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia”

  1. Meu parabens Fernandão, como é bom comermos sem culpa e sem nos fazer de vitima de nós mesmos ou da comida. Tratando-a de igual para igual, fica mais fácil de resistir ou até mesmo de se contentar com porções menores. Isso é PENSAR MAGRO, isso é MAGRICE (gordice nunca mais, rsrs), mas acima de tudo, isso é LIBERDADE (Freedom !!! Como disse Sr.Wallace no filme Coração Valente).

    E lembre-se “O importante não é vencer todas as nossas guerras, e sim aprender com elas”.

    Abraços.

  2. Ta vendo Fer!!! SEM STRESS! Sem pressão, fazendo as coisas devagar!!

    Tenta manter esse ritmo, ter um tempo exclusivamente para vc comer e comer BEM! Saborear o que se comer, ter conciencia do que se come.

    Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *