270º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Dormindo no meio da rua... digo... no meio da estrada!
Dormindo no meio da rua... digo... no meio da estrada!

Segundona chega de comilança né. Isso seria verdade não fosse uma caixinha de ferrero roche. Mas fora isso eu me comportei até que bem.

Tive que pegar a estrada para voltar para cidade grande e depois do almoço bateu um sono que fui obrigado a parar num posto Graal para tirar um cochilo.

Depois de mais ou menos 30min. sai do carro e fui tomar um café. Mas sabe como é esses postos de beira de estrada né. Uma cilada, pois no buffet só tem coisa deliciosa.

Entrei decidido a tomar só um café, mas não resisti e peguei dois pedaços de rocambole, tudo bem que eram pequenos, mas isso prova como é difícil resistir à tentação. Pra compensar tomei o café sem açúcar. É que quando como algo doce eu gosto de tomar o café sem açúcar. Na saída ainda comprei um Twix… que fui comendo durante a viagem.

Depois trabalhei a mil por hora pra entregar a tempo meus compromissos profissionais e agora vou jantar.

 

5 respostas para “270º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia”

  1. Fê, deixa eu te fazer uma perguntinha: o seu blog é super informativo, creio que assim como me ajudou, ajuda a muitas pessoas. Agora, e você, que tipo de benefícios tira em “blogar”?

    A questão de deixar sua vida tão aberta não lhe incomoda? Apesar de trabalhar a vida inteira na área de tecnologia, sempre fui meio avessa a essas tecnologias.

    Estava pensando em começar a escrever também, mas ainda não tive coragem… o que me diria a respeito???

    Abs!

    Gisele

    1. Ah, minha vida não fica tão aberta assim. Só deixo registrado aquilo que tem haver com a minha alimentação. Acho até que as pessoas pensam que eu só fico comendo o dia todo he he he. Também evito colocar o nome das pessoas em fim…
      Quanto a blogar, acaba sendo uma terapia. É quando eu percebo que abusei muito, ou quando tenho que dar uma maneirada. É como se fosse um diário, não é incomodo. As vezes bate até uma preguicinha, mas não torno o trabalho uma coisa ferrenha, quando não tô afim não escrevo. As vezes fico 2 ou 3 dias sem escrever o que dá mais trabalho porque tenho que ficar lembrando de tudo depois.
      No fundo vira uma espécie de terapia para não abusar da comida. Acho que se não escrevesse talvez não enxergaria meus próprios problemas alimentares com clareza.
      Tem outra coisa, é super gostoso ver o pessoal comentando, até me dando bronca!!! E sei que quando uma pessoa que nunca me viu me dá bronca é porque pisei na bola feio e acabo me corrigindo.
      Ah é super gostoso!!! Mas faço isso mais para mim, como um diário, do que para os outros. Também tinha pensado em escrever só os primeiros meses, mas é tão divertido que não consigo mais parar.
      Ah, experimenta! Quem sabe você também não gosta!
      Abração
      FE

      1. Perguntei por que realmente é o que passa, que se diverte escrevendo, queria saber o quanto ia além disso.

        Vou amadurecer a idéia! Acho que pode ser legal.

        Abs!

        Gi

  2. Não sei como vc resistiu no Graal , tem um suco de milho lá e espetinho de frango.
    Engraçado, que operei quase q com o mesmo peso que vc, e estamos praticamente estacionado no 106… Eu estou super ansioso para sair dos 3 dígitos…

    Ah, vc passa por situações do tipo, ah vc já esta magro.. ? De familiares que não te incentivam…

    Abraço! Visito sempre aqui.

    1. putz, Tiago… é uma merda ficar estacionado, mas tem uma coisa, eu ando comendo mais besteira. E ando voltando aos meus antigos hábitos… essas coisas ficam enraizadas… é foda.
      Estou muito ansioso pra sair dos 3 dígitos também… não vejo a hora. Minha alegria é que já estou conseguindo comprar em lojas normais tamanho gg, e as vezes até g… magrinho eu não tô, mas a qualidade de vida melhorou 600%!!!
      Tem familiar que fica me vigiando… mas não fala comigo direto, vai lá e fala com a Bibi… acho super engraçado. Por outro lado tem aqueles que ficam me oferecendo comida porque sabem que eu gosto… é difícil dizer não e quando digo a pessoa fica insistindo e insistindo… é fogo… Meu pais faz muito disso. Já falei pra ele parar mas é outro hábito que tá difícil de esquecer né!!! Hábito é foda!!!
      Abração
      FE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *