331º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

gastroplastizado-bariatrica-bebado-sorvete
Putz...

Nesta terça após uma reunião de professores na escola de Leme, saí e estava morrendo de vontade de tomar um sorvete. Pô já eram 21h numa cidade de interior… onde é que eu ia arranjar uma sorveteria aberta.

Então me sentindo um maluco comecei a rondar pela cidade a procura de uma sorveteria aberta. E achei…

Parei o carro e como um bêbado procurando o último bar aberto entrei pra tomar um trago… digo uma casquinha. Mas é claro que a gordice não permitiu que fosse uma casquinha simples… tinha um tal Petit Gateou…. Pedi esse e sentei lá no fundo da sorveteria, sozinho e fiquei tomando aquele Petit Gateou de terceira… tava uma bosta, mas tomei tudo.

Meeeeeeeu… fiquei me sentindo o pior dos seres humanos… sabe quando você chega no fim do poço… Parecia um bêbado em final de carreira bebendo sozinho no fundo escuro de um boteco encardido tomando meu último porre antes de ir pra casa.

E em casa minha esposa e meu filho me esperando lindos e cheirosos e eu os ia encontrar com a cara cheia de sorvete e provavelmente com aquele olhar parado e distante que todo gastroplastizado fica ao se entupir de açúcar…

Cara… me senti uma merda.

Cheguei em casa e falei pra Bibi que eu estava me sentindo uma merda… um pé d’água do milkshake ou algo assim.

No dia seguinte comecei a raciocinar e realmente eu tinha virado um alcoólatra… ou um glicoólatra (glicose) ou coisa parecedia… o negócio é que o que define um alcoólatra é o fato de ele tomar uma dose de álcool todo dia, e eu estava tomando uma dose de açúcar deliberadamente todos os dias… quer dizer algum tipo de doce todo dia.

Como uma bomba isso apareceu na minha frente… como se eu nunca tivesse percebido antes… eu tinha mas nunca tinha encarado dessa maneira. Eu não estava mais comendo doces socialmente como todo mundo. Eu tava é enchendo a cara todo dia. Cara… graças a Deus eu não bebo… porque se bebesse eu seria um trêbado.

O engraçado é que com álcool eu sei exatamente a hora de parar, pois meio que meu corpo me dá um toque e a bebida começa a empapuçar… não ficar mais prazerosa… bem diferente com os doces.

Uma dose todo dia de manhã no sanatório - fizcirurgiabariatrica
Uma dose todo dia de manhã no sanatório

Isso me lembra meu avô. Ele teve sérios problemas com bebidas e teve que ser internado num sanatório (na época era assim) e ele certa vez me contou que todo dia de manhã todos acordavam e entravam numa fila para receber uma dose de pinga… é isso mesmo… pinga pura. Mesmo porque não dava pra tirar o álcool de uma vez deles então iam tirando aos poucos eu deduzi né… Mas mesmo uns 50 anos depois do ocorrido ele ainda descrevia aquela bebida descendo pela garganta como a coisa mais prazerosa da face da terra… e eu nunca tinha visto ele fazer uma cara de felicidade como quando descreveu aquela sensação… então imagina só como era.

Pois eu me sinto assim com os doces… é um prazer forte… muito forte e é difícil largar, pois desde criança eu fui acostumado a comer um doce depois do almoço e jantar. Chegou a um ponto onde eu só comia para poder comer a sobremesa. E assim eu fui crescendo, até o ponto onde eu é que escolhia as horas em que eu poderia comer doces e deu no que deu.

Bom… depois de tudo comecei a me sentir nojento ao ter vontade de comer qualquer guloseima, mesmo àquelas depois do almoço e jantar… tipo se não é de bom tom uma pessoa beber todo o dia então não é de bom tom comer doce todo dia. Fiquei realmente me sentindo um alcoólatra. E toda vez que pensava em comer um docinho me imaginava na sarjeta com uma garrafa de 51.

Até que deu certo no começo, mas depois isso se tornou mais difícil do que imaginava.

 

2 respostas para “331º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia”

  1. Fê, denovo vou insistir, tá indo no psicologo????? Para você é impressindivel cara!!! Outro ponto, precisava passar num psiquiatra para tomar um remedinho para dar uma segurada na sua fissura por doce… Cara, você precisa querer sair, para isso, deve ter ajuda!!!!! Se você não consegue se motivar só pensando que será melhor para você, pensa que sua família precisa de você…

  2. ai ai ai Sr. Fernando…

    Como já disse, compra chocolate diet e barra de cereal com chocolate light..
    E seja forte cara, mesmo q indignado por querer um sorvete, você deveria ter mandado o sorvete a m…@#¨”, a p.. q..p… e ter ido pra casa..
    E como disse a Gisele, vai atrás de um psicólogo, não é gasto, é investimento!!! Já q por si só vc não tem conseguido se controlar… 🙁

    Minha mãe é igualzinha a você… Ela sabe que tem que se cuidar (diabética), a gente fala fala, da mil conselhos, mas de nada adianta… sabe oq está acontecendo com ela? Infelizmente ela está perdendo a visão, cada dia que passa ela enxerga menos… 🙁 mas mesmo assim ela não se cuida… Até que ponto vocês dois vão precisar chegar heim Fê? :(((

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *