332º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

No dia seguinte… no caso hoje, eu acordei com aquilo na cabeça e evitei os doces… quer dizer tentei né.

Toda hora me dava vontade de pegar uma bolinha de chocolate da cacau show que minha cunhada havia deixado lá no armário… toda hora… mais pontual que a tele-sena.

meu avô me disse - 331º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia
meu avô me disse.

Me sentindo uma merda eu embarquei no busão pra São Paulo… mas antes acabei comprando uma água e uma trufa… e a merda da trufa descia tão gostosa quanto meu avô descrevera anos atrás naquela dose de pinga matinal que ele tomava no sanatório. Puta meeeerda. Só pra me jogar mais pra baixo.

Chegando em sampa à noite fui  me encontrar com um casal de amigos que a muitos anos não conversava… fomos para o bar do Bolinho lá no centro de são Bernardo (bar do bolinho é uma lanchonete que tem como especialidade pão recheado com bolinho de carne… é meio esquisito mas uma delícia).

Já meio consciente eu me contive com os doces. Comi apenas um lanche e uma coca zero… depois foi ficando tarde e bateu fome de novo que foi detida com uma porção de mandioca frita… é um boteco né… não tem nada saudável pra comer lá! Mas não exagerei, matou a fome parei de beliscar. O foda foi conter a vontade de me atirar dentro da vitrine de doces… todos maravilhosos. Graças a minha autoimagem de mendigo bebum eu nem se quer experimentei o doce que minha amiga havia pedido… porque sabia que se botasse uma colherzinha daquela coisa na boca eu ia descambar para putaria alimentar desenfreada.

Bom, o resultado é que a conversa tava tão boa que acabamos sendo expulsos do boteco… com o pessoal varrendo o chão, botando as cadeiras em cima da mesa e tudo mais… Nada melhor que um bom papo pra acalmar a gulodice.

Fui dormir contente pelo papo gostoso e por ter vencido uma batalha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *