527º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

A Rede Globo me ligou!!!
A Rede Globo me ligou!!!

Tava eu lá, tirando um cochilo na minha rede quando a Bibi vem e me acorda com o telefone e um sorrisinho maroto dizendo assim: É pra você. É da Globo.

Eu dei uma risadinha pensando ser meu primo ou algum amigo e não é que era uma jornalista da Rede Globo mesmo, mais especificamente uma jornalista do programa Bem Estar!

No começo fiquei meio assim, mas a moça me convenceu!!! Fiquei conversando uns 40 minutos com ela ao telefone…

Ela foi muito gentil e começou a conversar a respeito da depressão que acompanha quem faz a cirurgia bariátrica. Eu disse que no meu caso é muito difícil dizer que minha depressão se agravou ou melhorou devido à cirurgia porque já vinha cuidando dela muito tempo antes da cirurgia.

Seria a obesidade um gatilho para a depressão???
Seria a obesidade um gatilho para a depressão???

Não dá para negar que um dos gatilhos da minha depressão tenha sido a obesidade. Afinal viver se sentindo um brontossauro em meio as pessoas não é uma das coisa que te faz brilhar de alegria.

Como desde antes da cirurgia venho tratando a depressão com medicamentos então não pude dar uma posição válida a respeito do assunto.

Mas o fato de não poder comer nos momentos de stress, felicidade, tristeza, etc… principalmente no começo é um pouco barra pesada mesmo. Muitas pessoas aqui no blog comentam na dificuldade que é passar por esta fase.

Cheguei a comentar aqui no blog de algumas pessoas que chegam a morrer ao tentar comer sólidos logo depois da cirurgia. A compulsão por comida é uma coisa feia de se ver mesmo.

E tem muita gente que entra em depressão mesmo. É normal, afinal a pessoa vivia num mundo de esbornia sem limites e de repente passa a viver de líquidos. Cheguei até a comentar isso no poste sobre o filme nosso lar onde o cara só tomava caldinho depois de morrer, lembra (se não lembra clique aqui http://cirurgia.educacao.ws?p=370)

Uau!!!
Uau!!! Já pensou eu no Bem Estar, seria legal!!!

Queria ter podido ajudar nossa heróica reporter e quem sabe até aparecer na Globo, afinal com corpinho novo, quem sabe até não surge uma vaguinha pra mim… sei lá… na Malhação… até na turma do Didi já tava valendo!!!

Gostaria de compartilhar com vocês esta conversa também... será que você teve depressão após a cirurgia???? Passou por momentos difíceis???? Se arrependeu em algum momento de ter feito a cirurgia… Afinal, a gente só vê borboletinhas  na internet com seus corpinhos… mas ninguém comenta de como é o tranco de passar por isso. Até parece fácil né.

Comenta ai galera!!!! Quem sabe você não aparece na Globo!!!!

Agora…Como ela descobriu meu telefone é que me deixou sinistramente intrigado até agora!!!! Será que a Globo é tão poderosa assim???? MEDO!!!

10 respostas para “527º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia”

  1. Hum… Que legal… Viu como seu blog ajuda muita gente!

    No final da fase líquida eu tive alguns momentos de depressão, só tomar líquidos não é fácil. Às vezes me pegava chorando por qualquer coisinha. E no final da fase pastosa chegava a “beliscar” outro tipo de alimento, principalmente pão, carboidrato é meu vício…
    Hoje o que me deixa triste não é porque tenho que comer pouco, mas sim porque muitas vezes não consigo me controlar.
    Tenho compulsão e é difícil para mim segurar a onda. Fico desanimada porque se como qualquer coisa fora da dieta engordo, mesmo que seja pouco.
    Então o fardo de que sempre irei lutar contra a compulsão e controlar o peso me deixa um pouco triste.
    Mas nunca me arrependi de ter feito a cirurgia, os benefícios que obtive foram superiores a tudo isso, principalmente a saúde, minha hipertensão abaixou bastante. Amanhã vou num Baile do Hawaí aqui em Telêmaco Borba, interior do Paraná, e estou super feliz que poderei escolher uma roupa bonita e não a que me serve.

    Abraços,

    1. Telêmaco Borba… que raios é isso??? Algum tipo de máquina de… de… de borbas… sei lá!!!???? Rss
      É antes eu me pegava meio triste por não poder comer mais toneladas de comida, mas acho que essa fase já passou… mas pode voltar… nunca se sabe. Por em quanto tô tranquilo em relação a comer em grande quantidade, o que pega mesmo são as porcarias, isso sim é difícil de se livrar.

  2. Fernando,
    Vc tá virando celebridade global …que legal!!!
    Graças ao bom Deus eu fui bem tranquila no incio e meio e agora estou continuando assim, sem depressão!Acho que o importante é vc estar bem preparada, consciente de todos os risos e compreender bem cada fase a ter que percorrer, fiquei duante 01 ano pesquisando sobre a cirurgia, isto me fez forte e segura.
    Com 01 ano e 03 meses e quse 45 kilos, não me arrependi de nada….e olha que fiquei 15 dias internada na cirurgia – tive derrame pleural, hj só alegrias e saúde!!!
    Parabéns por ajudar com o blog tantas outras pessoas.
    Bjos

  3. Oi Fernando acompanho seu blog desde o início, e gosto muito. Eu era bastante deprimida enquanto obesa e descontava minhas ansiedades e frustrações na comida. Tive um episodio uma vez, depois de operada, em que me aborreci e a vontade era de encher a barriga de besteiras, ai bateu um desespero pois me lembrei que estava operada e não poderia mais descontar minhas frustrações na comida. Foi sinistro!! mas com ajuda da terapia tenho conseguido controlar isso. Acho que a diminuição do açucar tambem ajuda, pois ja li que o açucar tambem leva a depressao. Parabens pela nova dieta, torço muito pra que vc consiga seus objetivos e seja uma “borboletinha da internet” tambem!! É nois na Globo!! kkkkkk

  4. oi, eu sou sua leitora desde o inicio, ja comentei algumas vezes. e eu me vejo um tanto quanto deprimida desde q operei.. nao sei explicar, mas,.. a angustia se instalou no peito e é dificil o dia q ela nao aparece…
    bjs e boa sorte

    1. fale com seu médico e sua psicologa(o), isso acontece porque a gente deixa de ter aquela válvula de escape, sabe. Aquela latinha de leite condensado que alivia a tensão, ela acabou. Então a gente tem que substituir isso. Não é rápido não, mas com o tempo a gente vai se adaptando, eu estou me adaptando ainda, mas já sinto muitas melhorias. Ainda compro umas besteira pra me aliviar , mas já não é tão constante como antes.
      Converse como médico e com o psicologo, se mesmo assim, depois disso a barra tiver pesando muito vale até ir ao psiquiatra, que com certeza vai te dar um remedinho.

  5. Então antes de resolver fazer a cirurgia, eu lia muito, procurava o antes e depois, fiz terapia em grupo, fui em médicos, busquei sempre fazer o correto, sem pular nenhuma etapa…Graças a Deus correu tudo bem na cirurgia, o pós operatório, voltei a trabalhar após 15 dias de cirurgia..
    Passei muito mal algumas vezes quando tomava água muito rápido, quando comi 1 banana quase morri…doeu de mais não tem como explicar, só parece que tudo esta arrebentando por dentro..porém todos os momentos que senti dor, são momentos que passam, e o que me deixa muito feliz, de bem com a vida, é poder comprar roupas que me sirvam, é estar bonita, me sentir bem, saber que não estou usando qualquer peça número 50, e sim 40 que serve e cai bem..isso é de uma grande satisfação, um prazer tão grande que qualquer dor, passa sem deixar marcas.
    Sei que tudo na vida, tem seus prós e contras…depois de 1 ano de cirurgia, eu tive hérnia no intestino, sofri 30 dias, não trabalhei, fiquei 14 internada, com dores muito fortes…mas passou…voltei a trabalhar e estou bem…sempre penso que tudo vale a pena..se passou 30 dias e estou eu com dores fortes nas costas, mal estar…pq perdi muita massa muscular, vou fazer pilates para fortalecer…então são dias de dor e dias de alegria…saber medir e pensar sempre positivo, sem pirar, sem pensar negativo, pq se não é assim que caimos em depressão.nunca fui de me esconder do mundo quando era obesa, porém não era feliz…hj tenho dores, mas sou feliz..fui atras do meu sonho que era ser magra…conquistei meu sonho…se eu continuasse obesa, teria dores também, teria problemas de saúde…hj tnho dores e sei que os tratamentos são mais fáceis do que pra quem é obeso e quase nem aguenta respirar para andar….Dou valor a tudo o que conquistei e a minha família que sempre esteve e esta ao meu lado…meu marido que em todos os momentos me ajudou, me cuidou, me deu forças…dores passam se DEUS quiser…Vale a pena fazer a cirurgia…se dar uma chance de viver um novo mundo…uma nova vida!!

    Se vc para só para pensar em comer, em querer comer, ou só pensar em dores, vc cai em depressão…então saia, dance, conheça pessoas, lugares, faça caridade, viva….não de espaço para os pensamentos negativos!!

  6. Lindooo ….quando tomei minha decisão lia seu blog…comecei a ficar com medo kkkk culpa sua…rs!

    Mas gostaria de parabeniza-lo, nunca esquece pelo q vc passou (e passa), seu maior motivador é vc mesmo.

    Abraços e sucesso pra todos nos “operados”

    PS: Perdi mais de 32 quilos em 3 meses e passei de 54 para 42….irei completar 4 meses de operada dia 22/01/15 e confesso ter sido esta minha melhr decisão de melhorar de vida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *