5º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

Ontem percebi que doia meu estomago quando comia. Fiz um teste. Fiquei sem tomar nada desde às 14h até umas 20h. Perfeito, a sensação de empanzinamento deu uma boa diminuida, mas a dor continuava, só que mais branda.

Dormi bem, e acordei ótimo. Uma dor ainda existia, mas tranquilo… O único problema foi a fraqueza. Claro fiquei sem comer nada. Então tomei meus medicamentos (Nexium, Clexane, remédios de pressão, de depressão, esses dois últimos já tomava antes). Aliás o Clexane dói, mas só quando é aplicado no hospital, porque eles aplicam muito rápido. Se aplicar devagar, quase não se sente nada, só a picadinha mesmo.

Fui me alimentar, suquinho de maçã, caldinho de carne…hummm, água, isotônico e PUMBA! Voltou a doer e sentir o estomago inchado. Fiz uma pausa, deu uma melhoradinha, voltei a comer e doeu de novo.

Não tive dúvida, liguei para o médico! Conselho da minha amiga Wivian Penha!

Conversei com o doutor Geraldo e depois com o Dr. Marçal Rossi, meu cirurgião. Segundo ele em alguns casos há uma inflamação na região operada e não há nada o que fazer, apenas esperar passar. Me indicou mais Nexium e o terrível Buscopan. Terrível porque só se pode tomar em gotas e o sabor é, só pra dizer o mínimo, asqueroso

As dores continuam, e eu estou com receio de me alimentar, estou comento e descansando. Ficando mais paradinho porque parece que dói menos, ficar deitado também parece que alivia a dor.

A Bibi hoje fez um caldo chamado levanta defunto, não é nada extraordinário, mas tem uma grande quantidade de proteínas. Logo de manhã tomei e sinceramente, te bota de pé de novo. Rapidinho!

Mas o mais engraçado foi que ela pediu para que eu abrisse um vidro de palmito e não consegui abrir porque não tinha força… sensação sinistra.

Voltando ao assunto da dor, tenho outra teoria também. Talvez ficar muito tempo sentado aumenta a dor. As dores começam sempre quando estou sentado na minha cadeira de trabalho. Vou fazer o teste amanhã e ficar mais quietinho, sem trabalhar.

Hoje me pesei e já perdi 4 kilos, praticamente um kilo por dia. Vixe! Mas o espelho não mostra.

Agora são 16h30 e resolvi ficar descansando um pouco, sorte que trabalho em casa e minha sócia é pau pra toda obra.

Obrigado a todos que estão me dando uma força. Abração Até amanhã.

4º dia após a cirurgia Bariátrica

Ontem voltei para casa, fiquei contente, porém me sentindo fraco. Acho que nunca me senti tão fraquinho assim na vida.

Passei o dia com dores abdominais, tipo gases mesmo. Não tinha posição para ficar, sentado, deitado, de cócoras, de barriga para cima, para baixo, para o lado. Não interessa. Não há posição confortável.

Logo ao chegar em casa disse que gostaria de tomar um caldinho salgado, já que no hospital eles não me deram. Voltar para casa bem na hora do almoço foi uma pequena tortura. Parecia que em todas as esquinas existia alguém fazendo uma comida bem gostosa. Ficava eu cheirando aqueles odores e dizendo pra mim mesmo… NÃO! NÃO! E NÃO!

Chegamos em casa e eu fui descansar um pouquinho enquanto a Bibi preparava o caldinho. Ao ficar pronto o cheiro era maravilhoso. Ela colocou o caldinho em uma caneca e eu fui tomando como se estivesse almoçando, ou seja, foi bebendo, o caldinho foi descendo e eu fui bebendo. PRIMEIRO GRANDE ERRO! Eu tenho que tomar líquidos em pequenos goles, de 50 em 50 ml, a cada 20 minutos, enquanto você estiver acordado. A caneca deve ter uns 250ml ou mais e tomei toda em 5 minutos. Resultado: Sensação de empachamento. E essa sensação não passa rápido, só foi melhorar quando acordei no meio da madrugada sem posição para conseguir dormir.

Acordei lá pelas 4h e minha cirurgia doia, não era uma dor grande, mas o bastante para me deixar desconfortável para dormir. Virei de todos os lados possíveis, sentei, coloquei travesseiros atrás das costas para ficar com o tronco mais elevado e nada. Resultado: Estou acordado até agora.

Para aproveitar, resolvi trabalhar e tomar o remedinho para o estômago (Nexium) que deve ser macerado e tomado misturado à agua. HORRÍVEL, AMARGO. Éca!!! Agora eu sei porque eles fazem isso em comprimido.

Agora são 7:30 da manhã e a dor no local da cirurgia ainda persiste e a sensação de fraqueza é bem constante. Não dá pra saber direito mas acho que essa dor vem do estômago e não dos gases. Tenho que tomar cuidado ao me levantar porque dá sempre uma pequena tontura. As 10h tem o Cleaxane, que é uma injeçãzinha de anti-coagulante. Tem que tomar por mais 5 dias. Dói um pouco mas é suportável.

Minha opinião ainda permanece… o pós operatório é uma merda. Ufa.

3ₒ dia após a cirurgia Bariátrica

Hoje acordei muito bem, as dores são bem mais suportáveis agora.

Ontem tomei minha primeira gelatina, acompanhada com um delicioso chá de maçã. Não gosto muito de chá, mas àquela altura tudo que eu colocava na boca era bem vindo.

Recebi um monte de visitas de pessoas que eu adoro. Pode parecer bobagem, mas é muito importante. É uma forma de todos falarem: estamos com você nessa jornada.

Tomo um monte de remédios aqui no hospital Prof. Edmundo Vasconcelos, mas são todos injetados direto no soro, então não sinto nada. A única excessão é o anticoagulante que deve ser aplicado na barriga (na gordura). Ele dói um pouquinho, mas não é nada de mais.

A equipe do hospital Prof. Edmundo Vasconcelos é perfeita. Todos os funcionários desde os médicos até os auxiliares de limpeza são extremamente educados e trabalham de forma muito profissional. Me sinto muito privilegiado por poder usar este hospital. Também devo dizer que fiquei muito feliz com meu convênio médico, a Cabesp. Eles são bem rigorosos com a burocracia, tanto para o paciente quanto para a equipe médica, mas não tive dificuldade nenhuma. Além disso minha cirurgia foi por laparoscopia, privilégio que poucos convênios oferecem à seus clientes. Só o equipamento pra fazer a cirurgia custa R$ 10.000,00 reais, isso mesmo.

Bom, dá pra ver que hoje eu estou melhor né… elogiando todo mundo e tals. Mas quem eu devo elogiar mesmo é minha namorada/esposa que me deu o maior apoio do mundo. Sem ela tudo isso seria muito difícil de acontecer.

Alguém deve estar se perguntando, e a barriga já diminui ou tá doendo;

Pois é, agora dói um pouco os pontos (são 6 furinhos) o maior tem a largura de uma bolinha de gude. O desconforto já não incomoda tanto.

Para beber água é preciso muito atenção, pois a vontade é de virar o copo como todo mundo faz. Não dá. O estômago além de diminuido está inchado e ao descer a água cria-se um gargalo. Então você sente a água dar aquela parada e depois continuar. Então é só aos pouquinhos.

Agora estou esperando o meu primeiro almoço que será um caldinho. Só isso, mas não tenho fome e pra ser sincero nem vontade de comer. Mas tenho que ir acostumando porque depois ficarei sem o soro e certamente a fome aparecerá.

Hoje volto para casa e amanhã comento como estou indo.

2ₒ dia após a cirurgia Bariátrica

Acordei um pouco melhor, mas as dores abdominais ainda incomodavam bastante.

Hoje, além de tomar um monte de remédios para dor andei pelo corredor. Descobri que é bom andar. Dá uma disfaraçada nos sintomas.

Comida e bebida ainda nem pensar. Não passo fome devido ao soro,  mas de qualquer forma as dores tiram toda sua vontade de comer, ficar sentado, ficar deitado, ficar de pé, ver televisão, mexer na internet… em fim… tudo incomoda.]

Ontem tiva a visita de meus pais irmãos e tios… foi muito gostoso. É ótimo saber que tem um monte de gente torcendo por você!

Hoje lá pelas 12h tomei meio copinho de café de Luftal, pra dar uma aliviada nos gases, Na hora foi muito bom, mas as dores e o desconforto não cessaram.

Bom agora a tarde virá minha primeira refeição: meio copinho de água de coco, gelatina e suco. Uau!! pra quem estava acostumado e comer 1kg de comida essa é uma mudança bem radical, mas para o bem, devo dizer.

1ₒ dia após a cirurgia Bariátrica

Primeiro eu nem acredito que fiz algo tão radical com o meu corpo. Eu sei que a cicurgia bariátrica é para minha saúde, mas mesmo assim. Alterar a estrutura natural do organismo nunca me pareceu muito certo. Mas era isso ou morreria de alguma doença qualquer.

Voltei da cirurgia bem grogue… e com uma dor abdominal muito grande. Foi a mesma dor que eu senti quando tive pedra nos rins. Terrível

Essa dor acontece porque eles colocam ar na cavidade abdominal para separar os orgãos e facilitar a operação. Só que, apesar deles drenarem esse gás depois, ainda sobra um pouco e doi pra burro. Não tem posição pra ficar. Dormir você tenta, mas é difícil.
Em fim, resumindo o primeiro dia é uma merda!