Warning: mysql_real_escape_string() [function.mysql-real-escape-string]: Can't connect to local MySQL server through socket '/var/lib/mysql/mysql.sock' (2) in /home/storage/d/69/6b/cirurgia3/public_html/wp-content/plugins/statpress-reloaded/statpress.php on line 1786

Warning: mysql_real_escape_string() [function.mysql-real-escape-string]: A link to the server could not be established in /home/storage/d/69/6b/cirurgia3/public_html/wp-content/plugins/statpress-reloaded/statpress.php on line 1786

Warning: mysql_real_escape_string() [function.mysql-real-escape-string]: Can't connect to local MySQL server through socket '/var/lib/mysql/mysql.sock' (2) in /home/storage/d/69/6b/cirurgia3/public_html/wp-content/plugins/statpress-reloaded/statpress.php on line 1786

Warning: mysql_real_escape_string() [function.mysql-real-escape-string]: A link to the server could not be established in /home/storage/d/69/6b/cirurgia3/public_html/wp-content/plugins/statpress-reloaded/statpress.php on line 1786

Warning: mysql_real_escape_string() [function.mysql-real-escape-string]: Can't connect to local MySQL server through socket '/var/lib/mysql/mysql.sock' (2) in /home/storage/d/69/6b/cirurgia3/public_html/wp-content/plugins/statpress-reloaded/statpress.php on line 1786

Warning: mysql_real_escape_string() [function.mysql-real-escape-string]: A link to the server could not be established in /home/storage/d/69/6b/cirurgia3/public_html/wp-content/plugins/statpress-reloaded/statpress.php on line 1786

Warning: mysql_real_escape_string() [function.mysql-real-escape-string]: Can't connect to local MySQL server through socket '/var/lib/mysql/mysql.sock' (2) in /home/storage/d/69/6b/cirurgia3/public_html/wp-content/plugins/statpress-reloaded/statpress.php on line 1786

Warning: mysql_real_escape_string() [function.mysql-real-escape-string]: A link to the server could not be established in /home/storage/d/69/6b/cirurgia3/public_html/wp-content/plugins/statpress-reloaded/statpress.php on line 1786

Warning: mysql_real_escape_string() [function.mysql-real-escape-string]: Can't connect to local MySQL server through socket '/var/lib/mysql/mysql.sock' (2) in /home/storage/d/69/6b/cirurgia3/public_html/wp-content/plugins/statpress-reloaded/statpress.php on line 1786

Warning: mysql_real_escape_string() [function.mysql-real-escape-string]: A link to the server could not be established in /home/storage/d/69/6b/cirurgia3/public_html/wp-content/plugins/statpress-reloaded/statpress.php on line 1786

Warning: mysql_real_escape_string() [function.mysql-real-escape-string]: Can't connect to local MySQL server through socket '/var/lib/mysql/mysql.sock' (2) in /home/storage/d/69/6b/cirurgia3/public_html/wp-content/plugins/statpress-reloaded/statpress.php on line 1786

Warning: mysql_real_escape_string() [function.mysql-real-escape-string]: A link to the server could not be established in /home/storage/d/69/6b/cirurgia3/public_html/wp-content/plugins/statpress-reloaded/statpress.php on line 1786
Fiz Cirurgia Bariátrica – Página: 36 – O que acontece depois da cirurgia. Aqui eu conto dia após dia todas as minhas vitórias e derrotas.

20º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

by Fernando on / Sem categoria

20 dias e sobrevivi!!!

Só faltam 40 para poder voltar a mastigar!!! Nossa.

Sabe… esqueci de falar uma coisa. Parei de usar a meia anti-embólica desde que eu fui ao médico pela última vez. É que teve uma hora que ele falou que não precisava mais usar… depois ele disse que precisava. Ai eu coloquei ela pra lavar… ficou secando um dia, depois esqueci de colocar e ai foi indo e não uso mais. Mas acho que vou sobreviver!

Outra coisa interessante. Não lembro se já falei, mas tomar água logo de manhã é muito desconfortável. Você toma um golinho e desce, o segundo desce, o terceiro já dá uma sensação ruim no estômago. Tipo uma dor… mas não chega a doer entende. Acho que a palavra correta é desconforto mesmo.

Acredito que de manhã esteja tudo apertadinho e quando a água vai passando vai expandindo e dá essa sensação de desconforto. Melhor coisa é deitar e esperar passar.

dissolvendo o Nexium na boca

dissolvendo o Nexium na boca

Por causa disso resolvi não mais dissolver o Nexium em um pouquinho de água na xícara. Coloco ele dentro da boca, ponho em baixo da língua e jogo um pouco de água. Vou mexendo ele dentro da boca, até dissolver. Coloco mais água, mexo um pouquinho e engulo a água… até ele virar pó ai engulo o pozinho. Como o Nexium deve ser usado em jejum então a água vai descendo do mesmo jeito com desconforto, mas uso menos água.

Há também descobri com um cara no elevador que dá pra manipular o Nexium… Mandei manipular em uma farmácia de extrema confiança, na cidade de Leme. A Lemefarma na R Rafael de Barros 720 – Centro – Leme: (19) 3571-2516 – to fazendo propaganda porque é muito boa mesmo… e olha que eu moro em São Bernardo do Campo.

10Kg já se foram!!!!!!

Tenho um ponto que ficou bem aberto e ele sangra de vez em quando. Minha cunhada que é médica me deu uma pomadinha para atrasar a cicatrização e assim cicatrizar bonitinho sem ficar com uma marca feia depois.

Continue Reading

19º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

by Fernando on / Sem categoria

Hoje fui à uma reunião. Subi 6 lances de escada até o 3º andar. Não gostei, não que eu tenha ficado esbaforido, mas quando cheguei lá não queria sentar no sofá. Eu queria deitar. Fiquei meio exausto. Esse lance de desnutrição é sério!!

Depois fomos à um café! Queria um pão de queijo, mas tomei água de coco mesmo.

A moça que estava na reunião comia um pão de queijo de tal maneira que parecia o melhor pão de queijo do mundo. Ai ainda estou sentindo o cheirinho. Como dizia um velho amigo meu: “- Gordo é foda!”

estou sentindo mais frio

estou sentindo mais frio

Hoje senti frio! Como já haviam me dito que ia acontecer. Minhas mãos não costumavam ficar geladas mas agora estão.

Bom, chegando em casa resolvi tomar outro caldinho consistente. Mas o meu não ficou muito bom não. O da Bibi ficou 1000x melhor! Mas mandei pra dentro mesmo assim. Segura a fome por muito mais tempo. Tomei o equivalente à uma caneca. Só espero não estar destruindo minha dieta.

Outra coisa. Pode parecer meio óbvio já que não estou comendo muito, mas antes eu ia ao banheiro no mínimo 1 vez por dia. Agora depois da cirurgia demora dois ou três dias. Hoje por exemplo ainda não fui, então não sei se ainda estou com diarréia. Espero que tenha passado, perder líquido nesse período não é bom, ainda mais com o tempo seco como anda.

——————–

As cicatrizes continuam meio doloridas, talvez seja o frio ou estão inflamadas mesmo.

Continue Reading

18º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

by Fernando on / Sem categoria

não aguento mais caldinho

não aguento mais caldinho

Hoje foi difícil!

Não estava afim de tomar nada, iogurte, ades, caldinho água, isotônico, gelatina, água de coco. Nada satisfazia. Eu queria tomar algo salgado, mas não aquele caldinho ralo coado no coador de café. Sim o caldinho tem que ser coado no coador de café de pano.

Resolvi radicalizar, como já posso tomar leite pedi pra Bibi fazer uma sopinha mais grossinha. A muito contra gosto, e com toda a razão, ela derreteu a cebola com um pouquinho de manteiga e azeite até ficar bem douradinhoa, colocou um pouquinho de farinha de trigo e deixou tostar, depois colocou um copo da água e um copo de leite. Deixou com a mesma consistência do iogurte e depois passou pela peneira para tirar qualquer partícula sólida.

Gente… juro, quando tomei aquele caldinho salgado e substancioso eu quase chorei de tão gostoso. É sério, tive que me segurar pra não dar uma de mocinha na frente do meu cunhado, se não ele iria me zuar até o dia do juízo final. Aquilo parecia a coisa mais gostosa do universo. Juro, depois de quase 20 dias tomando aquele caldinho água, aquilo parecia o nectar dos deuses. É na privação que a gente aprende a dar valor às pequenas coisas, né!

Sei que estou burlando a recomendação da nutricionista, mas no sábado eu já poderei tomar sopinhas batidas, graças a Deus! Então pensei em dar uma adiantadinha. Tá certo que eu arrisquei, poderia ter passado mal ou coisa pior, sei lá. Mas aquilo me encheu de alegria e eu fiquei sem fome até a manhã seguinte.

Sim, estou ficando com fome! Por não ter mais ânimo pra tomar essas bebidas acabo ficando só na água. Aí tem uma hora que o estômago reclama né.

——————————–

Outra coisa. Duas das minhas cicatrizes estão doloridas, parece que estão inflamadinhas.

Continue Reading

17º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

by Fernando on / Sem categoria

É… minhas extrapolias ontem tiveram um precinho: diarréia básica. Muita gordura, acho que meu corpo se desacostumou.

Ainda tenho dores na hora de dormir quando viro para o lado direito. O peso da barriga parece que puxa alguma parte da cirurgia que dói bastante. Tipo uma pontada sabe.

Não tô aguentando mais tomar aquele caldinho. Nâo dá mais pra repetir o mesmo. Não que seja ruim, mas não tem sustância, sei lá!!! Hoje pedi pra Bibi não passar o caldinho na peneira de pano, só na peneira fina… porque todo o sabor fica naquele pano. Dá uma dor no  coração quando vc ver aquele caldinho transparente. Ahhhhhh!

Hoje fiquei bem cansado… uma preguiça bateu pesado. Não sei se foi preguiça ou se fiquei meio triste de não poder comer aquele monte de guloseimas que tem aqui na casa da sogrinha. Mas eu tenho que enfrentar. Dá pra notar que a comida tem ainda uma grande influência em minha personalidade.

Mais tarde fomos passear na cidade e comecei a ficar um pouco de mau humor… estava com fome. Voltando pra casa tomei um copão de iogurte, mais duas canecas de caldinho e mais uma garrafinha de água  de coco. Matou a fome, mas tenho a sensação que meu estômago está roncando.

Não estou tendo muito saco para me alimentar de hora em hora.

Continue Reading

16º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

by Fernando on / Sem categoria

Domingão na casa da sogrinha!

Café da manhã… hummm um monte de coisas gostosas. Só que eu não podia tocar em nada. Mas o que eu mais senti vontade de comer foi pão. Claro que não sou louco e nem toquei no pão… mas o requeijão light…..

Confesso, dei uma lambidinha. Não aconteceu nada. Continuei tomando meu Ades de frapê de coco.

RoastBeef da sogra, prova de teste

RoastBeef da sogra, prova de teste

Depois veio o almoço e tive que encarar o Rostbeef. Hummm o cheiro estava ótimo e o molhinho muito apetitoso. Não aguentei peguei o garfo, mergulhei no molhinho do RoastBeef e experimentei. Fiz isso umas 4 ou 5 vezes, com cuidado para não engolir pedaços sólidos.

No molho tinha um monte de coisas que eu não podia comer: creme de leite, mostarda, pimenta do reino essas coisas. Mas estava bom….

O chato desta dieta inicial é que os caldinhos não tem tempero algum. Esses caldinhos ficam totalmente sem graça. Uma prova de que o segredo de qualquer comida é o tempero.

Mais a noite me deu uma vontade louca de comer algo mais temperado. Vício… dependência química… dependência psicológica…. não sei. Só sei que antes de experimentar as comidas ilícitas eu não tinha essa vontade louca.

Acabei pegando o pote de Requeijão e peguei a ponta de uma colher de sopa e mandei pra dentro. Mais tarde peguei outra colher de sopa e passei as costas no molho do RoastBeef umas três vezes. Nossa… eu não esperava por esse comportamento tão cedo. Me sinto culpado.

Meu sistema digestivo não apresentou nenhuma alteração, nem dor, nem nada. Mas eu sei que condimentos machucam o novo sistema digestivo devido à agressão química. Me sinto culpado.

Ahhhh essa culpa por comer em excesso. Pensei que não ia ter mais isso, mas minha cabeça gordinha insiste em manter esse comportamento idiota.

Lindt "o melhor chocolate do mundo" - Eu resisti!

Lindt "o melhor chocolate do mundo" - Eu resisti!

Mas tenho uma coisa de que orgulhar. Sobrevivi a uma vontade de comer um maravilhoso chocolate Lindt. Para quem não sabe o Lindt é o melhor chocolate do planeta terra. Parabéns pra mim.

Acho que a minha maior luta esta sendo contra esse meu hábito de comer. É um negócio de satisfazer o paladar de uma maneira extrema. Estava conversando com o Danilo, meu cunhado, e ele me disse que adora comer quando está com fome. Eu não. Quando eu ficava com fome comia de maneira brutal. Igual cachorro magro – o mais rápido possível. Não parava nem pra conversar. Comida era o meu foco máximo. Eu acho que isso era bem feio de se ver. Só conseguia sentir prazer quando não estava com fome… ai sim conseguia saborear a comida… mas naquelas né.

Outra coisa que sentia antes era que eu não me saciava na hora certa. O saciamento demorava para acontecer e enquanto não me saciava continuava comendo, comendo, comendo. A coisa mais chata era ter que parar de comer algo delicioso enquanto você não estava saciado. Se parasse de comer e voltava meia hora depois perdia a vontade de comer.

Você deve estar pensando – Ora bolas! Era só parar de comer e voltar depois. Mas não era assim tão fácil. A comparação pode ser ridícula, mas é como quando apostamos em um cassino. Enquanto você está ganhando não quer parar.

Vida de gordinho não é fácil!

Até agora nada aconteceu devido minha escapulida, mas também não exagerei né. Minha consolação é que daqui a um mês e meio já poderei comer de tudo. Sem excesso claro. Quero deixar os excessos de comida de fora da minha vida.

Continue Reading

15º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

by Fernando on / Sem categoria

Continuo com dificuldades para dormir, ficar de lado dói bastante.

Fiz minha primeira viagem a longa distância e correu tudo normal, sem intercorrências. Fomos à casa da sogrinha e do sogrão.

Chegando lá foi legal experimentar um caldinho de tomate com tomilho. Foi bom experimentar outro caldinho com um sabor completamente diferente. O chato foi a hora do jantar onde ela fez um dos meus pratos prediletos: Macarrão à carbonara. Hummmm. Mas fazer o quê, eu não posso me exilar quando todo mundo for comer né! Confesso que fiquei com bastante vontade. Pra compensar peguei um pouquinho… mas só um pouquinho mesmo do óleo do bacon achando que ficaria gostoso. Não ficou e ainda paguei o atrevimento com uma diarréia no dia seguinte.

Enfrentar comidas que eu adoro e que tinha o hábito de devorar aos montes foi um pouco chato mas está me ajudando a perceber que comida não é tudo na vida e sim o convívio de quem a gente ama é que é bom.

Agora a dor não é mais o problema, o problema é enfrentar a privação. O que me deixa feliz é que falta só um mês e meio para terminar essa parte chata.

NOVIDADE!!!!

é o fim da diabetes

é o fim da diabetes

Hoje meu sogro mediu minha glicemia!!!!

VIVAAAAA!!! Minha glicemia estava em 170 e foi para 81. Estou curado da Diabetes.

Isso dá o maior pique pra continuar!!!!

Fiquei feliz pra caramba!!!! Pode até ser psicológico, mas me sinto com mais pique pra tudo!!!!

BlogBlogs.Com.Br

Continue Reading

14º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

by Fernando on / Sem categoria

Sexta-feira. Trabalhei pra caramba! Como sempre em publicidade se resolve tudo nos 45 do segundo tempo.

As dores estão quase cessando, trabalhei super bem. Minha alimentação que não vai bem… Já não aguento mais tomar caldinhos ralos sabor carne. Gatorade também não quero mais. O que está salvando são as gelatinas e o iogurte batido. Água de coco também tá descendo, mas sem gelo. Estranho né!

Tal e Qual - igual açúcar

Tem horas que eu sinto fome. O Danilo, um amigão meu, disse que logo depois que seu pai fez a cirurgia ele virou um caçador de proteínas, além de tomar o suplemento vitamínico. Quanto aos suplementos meu médico disse que só depois do primeiro mês. Vai saber por quê, né! E eu estou evitando os caldinhos, porque …. afff cansei deles. Como não tem temperos nem nada eles enjoam.

Ah, não sei se eu já disse, mas não posso comer nada que seja artificial por enquanto.

Ah, mas tem uma coisa boa!!!! Agora eu posso tomar leite e estou tomando leite batido com morangos e adoçante…..Hummmm fica uma delícia. Já adorava antes de cirurgia!

Aliás descobri o melhor adoçante que eu já usei!!!

———————-

não olhe

O quanto você gostaria de comer desse bolo?

O quanto você gostaria de comer desse bolo?

Hoje levei meu computador para o conserto aqui perto de casa. Fui a pé! No caminho passei na frente do supermercado onde há logo na frente uma lanchonete com Pastéis, bolos e chocolates a mostra. Na hora pensei: -Não vou nem olhar!
Logo depois pensei na minha compulsão alimentar. Olha só como funciona minha cabeça de gordinho!

Toda vez que passava por algum lugar com comidas gostosas eu ficava pensando em o que eu poderia comer lá. Isso sempre. Passsava na frente de uma churrascaria e pensava…. hummmm…. na frente da sorveteria e o desejo aparecia hummmm o que eu posso comer lá. ISSO É UM PENSAMENTO GORDO. COMPORTAMENTO REPETITIVO!

O que é comportamento repetitivo: aquele que você faz porque está acostumado e não porque precisa tipo sempre lavar as mãos antes das refeições, escovar os dentes de manhã, passar desodorante e querer comer tudo o que vê que é gostoso. A gente acaba fazendo sem pensar e faz até quando não precisa

É o meu caso com a comida. Porque raios eu pensei em quais guloseimas eu poderia devorar, sendo que não podia, não tinha fome e claro, RACIONALMENTE EU NÃO QUERIA. Como explicar isso: Comportamento repetitivo, pensamento de gordo.

ACHO QUE AINDA DOU MUITA ATENÇÃO A ALGO QUE EU NÃO PRECISO MAIS – COMIDA EM EXCESSO. E estou tentando parar com esse comportamento. Me policiar pra ver quando acontece. Porque comer coisas gostosas é legal, mas querer comer todas as coisas gostosas que você conseguir é um pensamento doentio. Não é natural, é um péssimo hábito.

É nisso que resolvi trabalhar nesse momento de privação de comidas sólidas. É uma coisa pra pensar bastante e ficar prestando atenção em cada comportamento obsessivo em comida que eu tenho.

———————–

Dores na hora de dormir

Estou sentindo dores na hora de dormir, quando me viro para o lado direito, uma dor muito forte aparece do lado esquerdo abaixo da costela. Nossa dói bastante! Depois para passar eu me viro de barriga para cima e espero, espero, espero. Em fim, não posso dormir virado para para direita. Engraçado que eu não tinha isso antes.

Continue Reading

13º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

by Fernando on / Sem categoria

As dores estão quase cessando. Só está doendo quando me deito em algumas posições.

Acho que não ando me alimentando bem. Tenho que comer de 20 em 20 minutos, mas não dá! Sinceramente. Claro que eu posso espaçar um pouco, mas eu acho que estou espaçando demais. Tenho que tomar 250 ml por hora. Não tá rolando.

O que acontece é que eu já me acostumei a beber menos água, o corpo não pede, e quando pede dois ou três golinhos bastam para saciar a sede.

—————

Eu estou enjoado de ficar bebendo essas coisas. Ahhhhh! Por isso não me alimento bem. Fico sem tomar nada e depois fico com uma fominha chata. Aquele caldinho que eu achava maravilhoso já tá ficando meio insuportável, mas eu tomo. Pelo menos no almoço e janta… se bem que hoje não tomei a noite.

Gelatina misturada com iogurte vem salvando a pátria por enquanto, mas já tá começando a enjoar também.

A única coisa que eu estou gostando de tomar de manhã é o iogurte batido. De manhã desce muito gostoso.

Por causa disso hoje à tarde me senti muito cansado. E olha que eu trabalho sentado o dia inteiro hein! Não aguentei e fui tirar um cochilo no sofá. Deu certo, à tarde fiquei um pouco mais animado.

NOVIDADE NA ALIMENTAÇÃO

HOJE ENTRA UM NOVO ALIMENTO NA MINHA DIETA:

Leite

Leite Desnatado

Isso é bom porque vou poder tomar uma coisa que já tomava antes sempre que podia. Suco de morango batido com leite. Hummm! Se eu puder tomar aquelas poupas vou comprar de coco. Bater coco com leite é muito bom!!!

Assim vou parar de tomar Ades, já tá ficando meio insuportável!

—————

Meus pontos abriram um pouco. Não adiantou nada me encher de esparadrapo pra tentar manter o corte fechado.

Me enchi de esparadrapos

Me enchi de esparadrapos

Durante a noite os esparadrapos deslizam. Ficam colados, mas não fazem a tarefa de manter a pele comprimida para manter os buraquinhos fechados. E olha que eu estava me achando um gênio.

Por outro lado hoje descobri através da minha sogrinha querida que manter os pontos por mais tempo pode causar uma infecção e rejeição do organismo. Portanto mantê-lo pode ser pior.

O fato é que eu não queria ficar com cicatrizes muito aparentes. Ah! tudo bem que é pequena mas eu não queria né!

———————–

Esqueci de ligar para o médico hoje para saber das vitaminas. Será que ele esqueceu de receitar?

Continue Reading

12º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

by Fernando on / Sem categoria

Hoje eu não acordei legal. Passei a noite com dores.

Motivo suposto: Ades de Vitamina de Banana.

Num passado não tão distante Ades de Banana era meio indigesto, digo, ao tomar ficava “lembrando” dele por um bom tempo. Resolvi fazer o teste e tomá-lo após a cirurgia bariátrica. Achei que esse lance de ser indigesto havia desaparecido, uma vez que os arrotos sabor banana tinha desaparecido. Ledo engano, ao invés de inocentes arrotos com aroma de banana o que eu passei a sentir mesmo foi dor. Dor no 3º estágio.

Acredito que vá acontecer o mesmo com os outros alimentos indigestos da minha lista: pimentão verde e pepino. Não sei se a teoria é correta, mas daqui a 2 meses, quando puder comer sólidos, vou experimentar.

——————–

dia de ir ao médico

Todo gordinho é mentiroso. Toma o Lisador.

Hoje foi dia de tirar os pontos!

Ah, nada como mais uma etapa superada. Mas não pense que ir ao médico foi grandes coisas pra mim!

Pra começar esqueci de perguntar quando irei passar a usar complementos alimentares que ainda não me foram receitados. Droga terei que ligar amanhã!

O médico que me atendeu não foi o meu cirurgião, foi outro. Afinal era só pra tirar os pontos. Mas sabe como é né, a gente sempre espera um cara atencioso, que faz todas aquelas perguntas que você ia fazer e muito mais, o cara que te conforta. Pois é, não aconteceu nada disso. Foi um negócio vapt-vupt. Eu ficava olhando pra cara da Bibi tentando lembrar tudo que eu queria perguntar e o médico ficava me olhando com cara de “a que horas você vai embora”.

Perguntei se eu podia praticar algum esporte. Resposta na ponta da língua: NÃO. Só caminhar e não demais. Só um pouquinho.

Esqueci de perguntar se eu poderia dirigir. Mas pra variar esqueci. Me sinto ótimo pra dirigir, não entendo essa preocupação.

Resumindo falei da dor que me acompanhou desde a operação bariátrica. Ele disse que é normal (estranho porque o meu cirurgião disse que só acontece em 20% dos casos) e é pra isso que eles receitam o Lisador. Dããã. É claro que ele não fazia a menor idéia da dor que eu estava sentindo né. Parecia dor de pedra nos rins! Eu tinha a sensação que algo estava errado, tipo o cara esqueceu uma gaze lá dentro, ou esqueceu de fechar alguma coisa, sei lá!!! Lisador é pra dorzinha de cabeça e não tiro de bazuca, que era a dor que eu estava sentindo. Em fim, normal! Tudo tava normal! Vai pra casa que tá tudo normal! Xô.

Mas antes fui tirar os pontos. Quase pedi pra ele deixá-los lá. Acho que me apeguei a eles! He he he he. Não me incomodavam mais.

No maior estilo atendente do MacDonalds ele tirou os pontos. Pra cada ponto, um aiiii. Pronto, só faltou no final ele falar “Fritas acompanha senhor”

Palavras finais do médico: Toma o Lisador . Palavras finais ecoando na minha cabeça: Toma o Lisador porra, e não me enche com esse papinho de dorzinha.

——————

Voltei pra casa e fui assistir um filminho. Antes comecei a sentir um dos pontos meio gelado. Esquisito mas não liguei.

Logo antes de começar assistir resolvi dar uma checada. Xiiii, o ponto ficou meio aberto e estava vazando um pouco de líquido. Algo me dizia pra deixar os pontos lá!!!! Resolvi usar o velho truque do ponto falso.

Ponto falso com esparadrapo

Quando eu ficava sentado a barriga comprimia o buraco. Mas quando ficava em pé ou deitado ele abria. Como eu sei que isso tende a formar um cicatriz não muito bonita fiz o seguinte: Sentei e pressionei o corte de modo a fechá-lo o máximo possível. Coloquei um Micropor pra conter o “vazemento” e mantê-lo fechado. Depois peguei um esparadrapo e cortei uns 20 cm. Colei a parte de cima do esparadrapo, pressionei os pneuzinhos de modo a comprimir ao máximo o corte, e colei o outro lado da fita, ficando como uma ponte entre um pneuzinho e outro.

Agora a noite outro ponto começou a sangrar e manchou minha camiseta branquinha. O pior é que continuam coçando. Vou tomar um banho mas estou receoso porque no banho as casquinhas ficam molinhas e tenho medo que os cortes se abram mais.

Bom… vamos ver o que acontece

————————

engordar pra fazer cirurgia

engordar pra fazer cirurgia

Recebi um recado dizendo que há pessoas que pensam em engordar para fazer cirurgia e tals… Quem sou eu pra julgar alguém. Mesmo porque isso até já havia passado pela minha cabeça. Cada um sabe onde lhe aperta o calo.

Então vou contar um pouco do que aconteceu comigo pra chegar nesse ponto.

Depois que inventaram a cirurgia, acho que desde 1999 eu andava pensando nela. É faz um tempão mesmo. Ficava pensando em como seria bom voltar a ser magro de novo, e de todas as oportunidades que eu desconfiava ter perdido por ser obeso. Afinal obeso leva um monte de desvantagens, principalmente na vida social, emprego essas coisas. É uma merda. Alguns até falam que não que é coisa da minha cabeça, mas tenho certeza. A gente acaba sempre meio subjulgado por todos. Fora a vergonha de comer em público… bom em fim…

Por outro lado eu sempre soube que não é como tirar unha encravada, existem muitos riscos sérios e a morte é o menor deles. Você pode ficar paraplégico, ter seqüelas neurológicas, virar vegetal e por ai vai. São riscos sérios. Mas o que mais me afetava era o fato de ter que multilar o meu corpo para emagrecer. Isso era como assumir a derrota. Uma derrota humilhante. Aquele lance de “você não tem força de vontade” pesa muito. Fora o negócio de que a gente só escuta casos de sucesso por ai.  -Fulando emagreceu uma tonelada e tá pegando todas, Sicrana emagreceu muito e tá lindona, Beltrano tá esbelto e tá adorando. Mas o fato é que tem gente que morre na mesa de cirurgia.

Isso me arrepiava. Na tentativa de emagrecer morreu.

Fui pesquisar sobre o assunto, estudei muito e posso dizer que não se passava um só dia da minha vida que eu não pensasse nessa maldita gastroplastia. Método fácil de emagrecer. 2 meses e pronto. Não, alguma coisa isso tem de errado, era bom demais pra ser verdade.

Comecei a descofiar quando uma amiga minha que tinha feito disse que estava engordando e não conseguia atingir o peso para fazer a plástica. EPA! Engordando! Então a gente engorda depois! Vixe.

comedores compulsivos anônimos

comedores compulsivos anônimos

Nesse meio tempo entrei para o CCA (Comedores Compulsivos Anônimos) onde descobri minha compulsão pela comida. Na boa, comer uma costela inteira do Outback não e normal. Tomar 2,5 Litros de Coca-Cola sozinho não é normal. Bater um pote de 2L de sorvete numa tarde só pode ser doentio. E era mesmo. A gente só enxerga isso na gente depois que ouve o relato de outras pessoas que passam pelos mesmos problemas que você e depois descontam na comida. Fiz amizades maravilhosas por lá e aprendi muito.

Dai então passei a identificar minhas compulsões e a fiscalizá-las. Depois que fiz o CCA engordei apenas 3 kilos, e acho que já se passaram mais de 6 anos.

Depois disso fui atrás de médicos para me dizerem a verdade sobre a cirurgia. Principalmente sobre o que acontece depois da cirurgia. Conversei com uns 3 cirurgiões, sendo que alguns já queriam marcar a cirurgia. Fugi!

Até que meu psiquiatra, que é contra a cirurgia, pediu pra eu conversar com um Gastro que era mais contra que ele. Fui lá e gostei muito de saber o outro lado da cirurgia. Fui alertado que a maioria das pessoas faz pensando em emagrecer rapidamente, mas o fato é que depois da cirurgia voltam aos velhos hábitos alimentares comendo cada vez mais novamente e engordando de novo. Isso porque a cirurgia não é um milagre e sim uma chance.  Chance  de escolher outro padrão de vida e abandonar aquele que lhe faz mal. Pensei nas minhas compulsões e na falta de qualidade da minha alimentação. Odiava verduras, legumes, frutas…. em fim tudo que fosse verde e natural. Gostava é de sorvete!

Pensei comigo que se eu não tentasse mudar isso não adiantaria nada fazer cirurgia. Fazer mais uma dieta também não era uma opção, visto que a cada dieta que eu fazia engordava o dobro. Com 140 kilos não podia me dar a esse luxo. Além do mais me privar me deixaria mais deprimido do que eu já estava. Afff! É um ciclo vicioso, eu comia porque estava deprimido e ficava deprimido porque estava gordo. Oh Inferno!

Alien Salad - enfrentar saladas era como enfrentar monstros

Alien Salad - enfrentar saladas era como enfrentar monstros

O jeito foi começar a ver os legumes e verdura com olhos mais brandos. Fiz um pacto com a Bibi: sempre que ela comesse algo do qual eu não gostava, mas estivesse muito gostoso, mas muito mesmo eu experimentaria. Foi dando certo! Aos poucos eu comecei a comer alface, graças a uma exótica pizza de alface da finada pizzaria Maranata em São Carlos-SP.  Não que tivesse se tornado a primeira opção a entrar no meu prato, mas fui perdendo aquele nojinho que eu tinha. Depois passei para a rúcula, outra vitória da pizza e por ai foi. Hoje adoro uma saladinha e o Subway é o meu fast food preferido.

As frutas ainda não perdi o nojo não, mas já estou encarando alguns sucos de fruta, principalmente agora que só posso beber líquidos. Mas sempre com a devida benção da Bibi antes. Hoje me considero uma pessoa mais consciente sobre minha alimentação. Posso dizer que antes de fazer a cirurgia passei no mínimo 2 anos me preparando para mudar minha cabeça gorda para uma cabeça mais light. O importante não era mais comer muito e sim comer coisas que eu gosto. Tinha que parar de viver pra comer e começar a comer pra viver. Para mim era importante encarar essa mudança não como um desafio e sim como um novo mundo que se abria. Não que eu tivesse parado de frequentar McDonalds e Burguers Kings da vida, mas minhas visitas a eles ficaram mais espaçadas. Comecei a valorizar os sabores picantes dos lanches do Subway, logo já nem ligava pro pão e pedia só a salada mesmo. Antes pedia um lanche de 30 cm, mas logo comecei a ver que os 15 cm faziam o mesmo efeito. Aquele lance de comer muito era meio que neura minha, não precisava.

Tudo isso sempre acompanhado de perto por terapeutas, sim eles fizeram um bom trabalho também. Depois de fazer bastante tratamento contra a depressão (da-lhe fluoxetina e bupropiona) e fazer anos de terapia com psicólogos e uns cursos no Tadashi, resolvi que eu tinha que tomar corajem e mudar minha vida pra melhor. Empurrar minha vaquinha ladeira abaixo. Sair da zona de conforto de vez.

Procurei o melhor cirurgião da região. Todos os médicos no qual eu passei me levaram a crer que o Dr. Marçal da RR Médicos e sua equipe eram os melhores. E olha que eu perguntei heim!  Pelas minhas contas uns 8 médicos me deram boas referências a respeito dele. As fontes eram quentes.

Dr. Marçal parecia uma metralhadora giratória

Dr. Marçal parecia uma metralhadora giratória

Depois de muito relutar e morrendo de medo fui encarar a fera. Esperava um cara tranquilo e calmo, mas que nada, Dr. Marçal é ligado no 220, fala rápido, parece uma metralhadora giratória – “faz isso, isso e isso. Faz esse, esse e esse exame. Conversa com seus médicos e trás tudo pra mim” Vixe, depois de sair do consultório parecia que eu tinha enfrentado um tornado de palavras. Tudo muito rápido, tudo muito prático.

Lá fui eu fazer meu batalhão de exames e passar por um exército de médicos. Tudo isso demorou quase 6 meses. Muito por culpa minha, confesso. Era um lance de auto-sabotagem, algo do tipo tá bom assim pra que vai mudar. Passei por cima desse sentimento, aliás na verdade procurei não ficar pensando muito se não desistia.

Em fim depois de um tempão marquei a cirurgia. Assim como se tivesse agendado o dentista. Medo! Confesso fiquei com medo de morrer. Não de morrer em si, mas deixar as pessoas que eu amo tristes por morrer na tentativa de algo tão fútil como emagracer. Parece besteira né… mas a consciência pesa. Eu sabia que essa não era a verdade. Já estava diabético, deprimido, com apnéia , ronquidão severa entre outras coisas. Fora o fato estapafurdio no qual eu procurava mas não encontrava nenhum velhinho gordo pela rua. É sério, ou eles morrem todos antes ou ficam em casa comendo e não saem da toca, porque não vi nenhum até agora. Logo pensava, não vou chegar aos 60 desse tamanho. Para a grande maioria parece apenas algo estético, mas a verdade é que eu estava começando a morrer lentamente, assim como um fumante vai se matando bem devagarzinho eu estava fazendo mesmo com a comida. Resolvi cortar os pulmões… digo o estômago de vez para viver melhor.

Sobrevivi, pelo menos até agora.

Resumindo: Antes de fazer a cirurgia me preparei muito psicologicamente. Tentei mudar meus hábitos alimentares e fazer da cirurgia um complemento dessa mudança.

Ufa! Chega de escrever por hoje!

Continue Reading

11º dia após a cirurgia Bariátrica ou Gastroplastia

by Fernando on / Sem categoria

Hoje foi um dia tranquilo, a dor vem diminuindo aos poucos.

Amanhã vou ao médico tirar os pontos e reclamar da dor. Claro que ele vai ouvir, afinal ninguém me disse que doia tanto.

Mais uma vez cai na armadilha das bebidas cremosas. Hoje a noite estava mexendo no computador e fui bebericando o Ades sabor Vitamina de Banana. Dois copos e meio desceram gostoso. Acabou e eu fiquei tranquilo…. Cerca de 20 min. depois…. Toin!!!! Bateu a dor abdominal.

Mais um aviso para beber esse TROÇO com moderação!!!

——————

Hoje foi a última injeção de Clexane (anti-coagulante). Não doia quase nada… não vou sentir saudades!!!

——————

Confesso que não ando me alimentando como deveria… o fato é que eu já estou começando a enjoar de tudo. O caldinho de carne com legumes ou o caldinho de frango já não tem mais o mesmo encanto, gelatinha…hummmmm não é mais tão legal. Água de coco que eu amava não tem a mesma graça. O que acontece é que eu acabo não procurando os alimentos. Resultado: “FOMINHA”

Mas o que é fominha… bem é exatamente o que o nome diz, uma fome que não te tortura. Pra acabar com ela basta ir e tomar alguns desses alimentos sem gracinha. É que nem Doril, Tomou a fome passou!

Estou dizendo isso porque eu achava que não ia sentir fome nenhuma. Não sei se estou bobeando ou seguindo o curso natural das coisas. Mas vez ou outra bate uma fominha.

Aliás se alguém ai tiver uma receitinha nova eu agradeço de coração heim!!!!!

——————

Outra coisa chata é essa meia anti-embólica. Uma meia-calça que você precisa usar 24h por dia. Só tiro pra tomar banho. Ela aperta e quando fica uma dobrinha que você não percebe deixa dolorido. Aliás a perna inteira fica meio dolorida. Parece que você tomou umas caneladas.

——————-

Uma coisa engraçada que aconteceu no final de semana. Não aguentava mais ficar em casa então fui a casa da minha tia. Todos os meus tios foram lá e alguns de meus primos. O engraçado é que eu já havia perdido 6kg, mas ninguém reparou… O pior é que meu tio emagreceu um pouquinho por estar tomando Herbalife… e todo mundo deu os parabéns….PUTZ! EU DEVERIA ESTAR GORDO MESMO NÉ!

——————-

Outra coisa que acho importante relatar é que minha memória anda um pouco pior do que era. E olha que ela não era lá essas coisas heim! Na hora de construir frases as palavras faltam com mais frequência que antes. Talvez sejam as faltas de vitaminas, afinal não estou tomando suplemento alimentar.

——————–

Os pontos estão coçando loucamente. Eles ficaram bem bonitinho, pequenininhos. O maior tem 4 pontinhos só. Mas estão coçando que nem doido!

——————-

Ah, já que estou no embalo vai outra reclamação. Tomar remédios em gotas é muito ruim, quase todos tem um sabor horrível. Principalmente o Buscopan ÉCA! Não é a toa que eles vendem mais os em cápsulas e comprimidos.

——————-

Bom, do resto estou retomando minha vida normal aos poucos. Não vejo a hora de poder fazer umas caminhadas pra me distrair e poder dirigir também.

Tá manhã!

Continue Reading